Literatura de interesse

HTML

Hemovigilância internacional: o que aprendemos e o que precisamos fazer agora?

Artigo aborda a importância dos sistemas nacionais de hemovigilância pela geração de dados sobre eventos adversos relacionados à doação de sangue e à transfusão clínica.


O volume cirúrgico ainda é o indicador mais preciso do uso de sangue nos Estados Unidos?

Pesquisa conclui que o volume anual de pacientes cirúrgicos internados é um indicador adequado para estimar a utilização de sangue nos Estados Unidos.


Avaliação dos conhecimentos e percepções de médicos residentes brasileiros sobre a medicina transfusional

Pesquisa em hospitais brasileiros identificou déficit nos conhecimentos de médicos residentes sobre medicina transfusional.


Reações transfusionais e auxílios cognitivos

Estudo de revisão aborda a sobrecarga circulatória associada à transfusão e lesão pulmonar relacionada à transfusão de sangue.

HTML

Notificação de incidentes de segurança associados a transfusões de sangue.

A análise das notificações de eventos de segurança do paciente relacionados às transfusões de sangue contribui para o direcionamento das intervenções para melhorar a segurança transfusional.

HTML

A identificação eletrônica de pacientes para a rotulagem de amostras reduz os erros relacionados a sangue errado em tubo.

 Estudo conclui que o uso de sistemas de identificação eletrônica de pacientes contribui para a redução do risco de transfusão com incompatibilidade ABO.

HTML

Segurança transfusional: a natureza e os resultados dos erros no registro de pacientes.

Artigo aborda os erros de registro do paciente e suas implicações no contexto das transfusões de sangue.

HTML

Validação de um questionário de medição da segurança do paciente em hospitais públicos australianos

Questionário foi considerado uma medida suficientemente confiável e válida das percepções de segurança dos pacientes
 

HTML

O Programa de Redução de Doenças Adquiridas no Hospital não está associado a melhorias adicionais na segurança do paciente

Após a introdução do Programa, foram observadas melhorias maiores em outras condições não monitoradas.
 

HTML

Associações entre uma nova escala de comportamentos prejudiciais e o trabalho em equipe, a segurança do paciente, o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, o esgotamento profissional e a depressão

Comportamentos prejudiciais são comuns e mensuráveis e estão associados à cultura de segurança e ao bem-estar dos profissionais da saúde.

Páginas

Subscribe to Literatura de interesse