Variações geográficas na sobreutilização do sistema entre pacientes com seguros de saúde privados

Oakes, A.H. ; Sen, A.P. ; Segal, J.B.
Título original:
Understanding Geographic Variation in Systemic Overuse among the Privately Insured
Resumo:

Contexto: A sobreutilização do cuidado de saúde é uma fonte significativa de danos ao paciente e de desperdício de recursos. A compreensão dos fatores que levam à sobreutilização é essencial para a elaboração de intervenções efetivas. Objetivo: Testamos a associação entre fatores estruturais do sistema de saúde e diferenças regionais nos níveis de sobreutilização do sistema. Desenho: Realizamos uma análise retrospectiva de pedidos de reembolso anonimizados entre adultos de 18 a 64 anos na IBM Market-Scan Commercial Claims and Encounters Database. Calculamos o Índice de Sobreutilização Johns Hopkins semestral para cada uma das 375 Áreas Estatísticas Metropolitanas dos Estados Unidos, de janeiro de 2011 a junho de 2015. Utilizamos uma regressão ordinária de quadrados mínimos para modelar o Índice Johns Hopkins em função das características regionais dos sistemas de saúde, fazendo o ajuste para fatores de confusão e o tempo. Resultados: A oferta de recursos de saúde regionais esteve associada à sobreutilização do sistema entre beneficiários com seguros de saúde comerciais. As características regionais associadas à sobreutilização incluíram o número de médicos por 1.000 residentes (p=0,001) e um maior índice geográfico de custos no Medicare (Medicare malpractice geographic price cost index) (p<0,001). As regiões com maior densidade de médicos de atenção primária (p=0,008) e maior proporção de prestadores de serviços hospitalares (p=0,016) apresentaram uma menor sobreutilização do sistema. Diferenças no poder de mercado dos hospitais e seguradoras estiveram inversamente relacionadas à sobreutilização. Conclusões: A sobreutilização está associada a características estruturais observáveis dos sistemas regionais de saúde. Estes resultados sugerem que as intervenções voltadas a melhorar a eficiência do cuidado pela redução da sobreutilização devem se concentrar nos fatores estruturais que provocam o fenômeno, e não na erradicação dos procedimentos individuais que são objeto de sobreutilização. 
 

Resumo Original:

Background: Medical care overuse is a significant source of patient harm and wasteful spending. Understanding the drivers of overuse is essential to the design of effective interventions. Objective: We tested the association between structural factors of the health care delivery system and regional differences systemic overuse. Research Design: We conducted a retrospective analysis of deidentified claims for 18-to 64-year-old adults from the IBM Market-Scan Commercial Claims and Encounters Database. We calculated a semiannual Johns Hopkins Overuse Index for each of the 375 Metropolitan Statistical Areas in the United States, from January 2011 to June 2015. We fit an ordinary least squares regression to model the Johns Hopkins Overuse Index as a function of regional characteristics of the health care system, adjusted for confounders and time. Results: The supply of regional health care resources was associated with systemic overuse in commercially insured beneficiaries. Regional characteristics associated with systemic overuse included number of physicians per 1000 residents (P= 0.001) and higher Medicare malpractice geographic price cost index (P<0.001). Regions with a higher density of primary care physicians (P=0.008) and a higher proportion of hospital-based providers (P=0.016) had less systemic overuse. Differences in hospital and insurer market power were inversely associated with systemic overuse. Conclusions: Systemic overuse is associated with observable, structural characteristics of the regional health care system. These findings suggest that interventions that aim to improve care efficiency via reductions in overuse should focus on the structural drivers of this phenomenon, rather than on the eradication of individual overused procedures. Copyright © 2019 Wolters Kluwer Health, Inc. All rights reserved.
 

Fonte: