Trabalho em equipe e segurança do paciente em domínios dinâmicos do cuidado de saúde: uma revisão da literatura

MANSER, T.
Título original:
Teamwork and patient safety in dynamic domains of healthcare: a review of the literature
Resumo:

Objetivos/contexto: Esta revisão examina a pesquisa atual sobre o trabalho em equipe em domínios extremamente dinâmicos do cuidado de saúde, como centros cirúrgicos, unidades de terapia intensiva, serviços de emergência e de equipes de trauma e reanimação, com foco nos aspectos relevantes para a qualidade e a segurança do cuidado.

Resultados: Evidências obtidas em três áreas de pesquisa corroboram a relação entre o trabalho em equipe e a segurança do paciente: (1) estudos que investigaram os fatores que contribuem para a ocorrência de incidentes críticos e eventos adversos demonstraram que o trabalho em equipe desempenha um papel importante na causalidade e na prevenção de eventos adversos; (2) estudos centrados nas percepções dos profissionais de saúde sobre o trabalho em equipe demonstraram que (i) as percepções dos profissionais sobre o trabalho em equipe e suas atitudes em relação aos comportamentos em equipe relevantes para a segurança estão relacionadas à qualidade e à segurança do cuidado e (ii) as percepções sobre o trabalho em equipe e o estilo de liderança estão associados ao bem-estar dos profissionais, o que pode afetar a sua capacidade de prestar um cuidado de saúde seguro; (3) estudos observacionais sobre comportamentos em equipe relacionados ao alto desempenho clínico identificaram padrões de comunicação, coordenação e liderança que promovem um trabalho em equipe efetivo.

Conclusão: Nos últimos anos, estudos com abordagens metodológicas variadas promoveram avanços consideráveis na pesquisa sobre o trabalho em equipe no cuidado de saúde. O desafio para a pesquisa futura consistirá em desenvolver e validar instrumentos para avaliar o desempenho em equipe e em elaborar bons modelos teóricos sobre o desempenho em equipe em domínios dinâmicos do cuidado de saúde, integrando evidências das três áreas de pesquisa identificadas nesta revisão. Isso ajudará a melhorar as iniciativas para o treinamento de equipes e a desenhar sistemas de trabalho clínico que promovam um trabalho em equipe efetivo e um cuidado de saúde seguro.

Resumo Original:

Aims/Background: This review examines current research on teamwork in highly dynamic domains of healthcare such as operating rooms, intensive care, emergency medicine, or trauma and resuscitation teams with a focus on aspects relevant to the quality and safety of patient care.

Results: Evidence from three main areas of research supports the relationship between teamwork and patient safety: (1) Studies investigating the factors contributing to critical incidents and adverse events have shown that teamwork plays an important role in the causation and prevention of adverse events. (2) Research focusing on healthcare providers' perceptions of teamwork demonstrated that (a) staff's perceptions of teamwork and attitudes toward safety-relevant team behavior were related to the quality and safety of patient care and (b) perceptions of teamwork and leadership style are associated with staff well-being, which may impact clinician' ability to provide safe patient care. (3) Observational studies on teamwork behaviors related to high clinical performance have identified patterns of communication, coordination, and leadership that support effective teamwork.

Conclusion: In recent years, research using diverse methodological approaches has led to significant progress in team research in healthcare. The challenge for future research is to further develop and validate instruments for team performance assessment and to develop sound theoretical models of team performance in dynamic medical domains integrating evidence from all three areas of team research identified in this review. This will help to improve team training efforts and aid the design of clinical work systems supporting effective teamwork and safe patient care.

Fonte:
Acta Anaesthesiol Scand ; 53(2): 143–151; 2009. DOI: 10.1111/j.1399-6576.2008.01717.x.
Nota Geral:

Direito da imagem: @catho