Redução de erros pré-analíticos no laboratório clínico de um hospital universitário da Coreia, por meio de atividades de melhoria da qualidade

Lee, NY
Título original:
Reduction of pre-analytical errors in the clinical laboratory at the University Hospital of Korea through quality improvement activities
Resumo:

CONTEXTO:
O laboratório clínico é responsável por informar os resultados de exames com precisão e rapidez. No entanto, a fase pré-analítica está diretamente relacionada com o procedimento de coleta de amostras e, de modo geral, está fora do controle direto do laboratório; além disso, a maioria dos erros pré-analíticos está relacionada a fatores humanos. Por isso, programas de educação e treinamento para as equipes de flebotomia são considerados como as medidas mais significativas e necessárias para reduzir a ocorrência desses erros.
MÉTODOS:
Realizamos um estudo transversal para investigar os tipos e a frequência dos erros pré-analíticos no laboratório do hospital. Os erros pré-analíticos foram classificados em quatro categorias principais: amostra rejeitada, erro relacionado à prescrição do exame, identificação incorreta e outros. Para reduzir as taxas desses erros, foram realizadas diversas atividades de melhoria da qualidade. Os resultados pré e pós-intervenção, juntamente com os resultados de questionários, foram comparados para avaliar os conhecimentos e investigar os efeitos das atividades.
RESULTADOS:
As taxas de erros pré-analíticos diminuíram de 0,42% antes da intervenção para 0,32% após a intervenção. A categoria de amostras rejeitadas foi responsável pelas taxas mais elevadas nos períodos pré e pós-intervenção. Nos questionários, a pontuação global média após a intervenção foi de 71,5, o que representa um aumento significativo em comparação com a pontuação de 46,0 no período pré-intervenção.
CONCLUSÕES:
Cada laboratório clínico lida com vários tipos de erros pré-analíticos, devido à complexidade do ambiente de saúde. Por isso, é preciso implementar intervenções direcionadas, incluindo um programa de melhoria da qualidade e a sua manutenção contínua, para reduzir a ocorrência de erros pré-analíticos e melhorar a segurança do paciente.
 

Resumo Original:

BACKGROUND:
The clinical laboratory is responsible for reporting accurate and expeditious results. However, the pre-analytical phase is directly related to the procedure of specimen collection and is mostly out of the direct control of the laboratory; further, most pre-analytical errors are related to human factors. Therefore, education and training programs for the phlebotomy teams are considered the most significant and necessary measures to reduce these errors.
METHODS:
A cross-sectional study was conducted to investigate the types and frequencies of pre-analytical errors in the hospital laboratory. Pre-analytical errors were categorized into four main categories: rejected sample, error related to test ordering, misidentification, and others. Several activities were performed for quality improvement in order to reduce the rates of these errors. The data were analyzed by comparing the pre-intervention and post-intervention results along with the results of questionnaires to assess knowledge to investigate the effects of the activities.
RESULTS:
The rates of pre-analytical errors decreased from 0.42% in the pre-intervention period to 0.32% in the post-intervention period. The rejected sample category accounted for the highest rates in the pre- and post-intervention periods. In the questionnaires, the overall average score after the intervention was 71.5, which was a significant increase from 46.0 in the pre-intervention period.
CONCLUSIONS:
Each clinical laboratory has various types of pre-analytical errors due to the complexity of the healthcare environment. Therefore, targeted intervention including a quality improvement program and its continuous maintenance should be conducted to reduce pre-analytical errors and to improve patient safety.
 

Fonte:
; 70: 24-29; 2020. DOI: 10.1016/j.clinbiochem.2019.05.016.