Impacto de um pacote de intervenções para a prevenção de infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres umbilicais em uma unidade de terapia intensiva neonatal: um estudo do tipo pré/pós-intervenção

Kulali F1 ; Çalkavur Ş2 ; Oruç Y3 ; Demiray N3 ; Devrim İ4
Título original:
Impact of central line bundle for prevention of umbilical catheter-related bloodstream infections in a neonatal intensive care unit: A pre-post intervention study.
Resumo:

CONTEXTO:
As infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres centrais são as infecções relacionadas à assistência à saúde observadas com mais frequência em bebês prematuros. O objetivo deste estudo transversal de 18 meses foi avaliar a efetividade da aplicação de um pacote de intervenções para a prevenção de infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres venosos umbilicais (CVU).
MÉTODOS:
Este estudo incluiu pacientes com CVU que foram diagnosticados com infecção da corrente sanguínea associada a cateter central entre 1 de julho de 2016 e 31 de dezembro de 2017, de acordo com os critérios dos Centers for Disease Control and Prevention. Durante o segundo período de 9 meses do estudo (1 de abril de 2017 a 31 de dezembro de 2017) foi aplicado o pacote de intervenções.
RESULTADOS:
No período pré-intervenção, 589 pacientes foram internados na unidade de terapia intensiva neonatal, sendo registrados 6.769 pacientes-dias de internação e 485 CVU-dias. No período pós-intervenção, 508 pacientes foram internados na unidade de terapia intensiva neonatal, sendo registrados 7.789 pacientes-dias de internação e 508 CVU-dias. A taxa de infecção da corrente sanguínea associada a CVU foi de 12,4 por 1.000 CVU-dias no período pré-intervenção, diminuindo para 3,9 por 1.000 CVU-dias no período pós-intervenção. Portanto, após a introdução do pacote de intervenções, a taxa de infecção diminuiu em 68% (p<0,01).
CONCLUSÕES:
Este estudo mostrou que a aplicação do pacote de intervenções foi efetivo na redução das infecções da corrente sanguínea associadas a CVU.
PALAVRAS-CHAVE:
Pacote de intervenções; Infecção associada a cateter; Baixo peso ao nascer; unidade de terapia intensiva neonatal; prematuro
 

Resumo Original:

Abstract
BACKGROUND:
Central line-associated bloodstream infection is the most common infection associated with health care in preterm infants. The purpose of this 18-month cross-sectional study was to evaluate the effectiveness of bundle applications in the prevention of umbilical venous catheter (UVC)-associated bloodstream infections.
METHODS:
This study included patients in whom UVCs were inserted and who were diagnosed with central line-associated bloodstreaminfection between July 1, 2016, and December 31, 2017, according to the Centers for Disease Control and Prevention criteria. During the second 9-month period of the study (April 1, 2017, to December 31, 2017), bundles were implemented.
RESULTS:
In the prebundle period, 589 patients were admitted to the neonatal intensive care unit, and 6,769 hospitalization days and 485 UVC days were recorded. Similarly, during the bundle period, 508 patients were admitted to the neonatal intensive care unit, and 7,789 hospitalization days and 508 UVC days were recorded. The UVC-associated bloodstream infection rate was 12.4 per 1,000 catheter days in the prebundle period and decreased to 3.9 per 1,000 catheter days in the bundle period. Thus, after introducing bundle applications, the rate of infection decreased by 68% (P < .01).
CONCLUSIONS:
This study showed that bundle application effectively reduced UVC-associated bloodstream infection.
KEYWORDS:
Bundle application; Catheter-related infection; Low birth weight; NICU; Preterm infant

Fonte:
; 30989-1(18): S0196-6553; 2019. DOI: 10.1016/j.ajic..