Eventos adversos relacionados ao uso de terapia nutricional enteral

CERVO, A. S. ; MAGNAGOB, T. S. B. S ; CAROLLOC, J. B. ; CHAGAS, B. P. ; OLIVEIRA, A. S. ; URBANETTO, J. S.
Resumo:

Objetivou-se verificar a ocorrência de eventos adversos relacionados ao uso de nutrição enteral em pacientes de um hospital público do interior do Rio Grande do Sul. Estudo quantitativo, longitudinal e descritivo, realizado de janeiro a maio de 2012, com acompanhamento de 46 pacientes internados nas unidades de Terapia Intensiva e Clínica Médica. Para avaliação dos eventos adversos, utilizaram-se os indicadores de qualidade: saída inadvertida, obstrução da sonda e volume de dieta infundido. Para as análises, utilizou-se a estatística descritiva. Como resultados, a saída inadvertida da sonda e a obstrução apresentaram taxas de incidência de 4,6% e 2,1%, respectivamente. O volume de dieta infundido foi inferior ao prescrito, por pausa para higiene corporal, exames e procedimentos, náusea/vômito e demora na instalação do frasco por indisponibilidade na unidade. Conclui-se que a utilização de indicadores de qualidade na avaliação da assistência pode auxiliar na redução de danos ao paciente.
A leitura deste artigo pode ser complementada com a Dissertação de Anamarta CERVO apresentada ao Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, RS) disponível em: http://proqualis.net/dissertacao/eventos-adversos-em-terapia-nutricional-enteral 

Fonte:
Rev Gaúcha Enferm. ; 35(2): 53-59; 2015. DOI: 10.1590/1983- 1447.2014.02.4239.
Descritor Primário:
DECS:
enfermagem, nutrição enteral, indicadores de qualidade em assistência à saúde, segurança do paciente, dano ao paciente