Ambientes simulados: arenas poderosas para aprender práticas de segurança do paciente e facilitar sua transferência para a prática clínica. Um estudo de métodos mistos

REIME, M. H. ; JOHNSGAARD, T. ; KVAM, F. I. ; AARFLOT, M. ; BREIVIK, M. ; ENGEBERG, J. M. ; BRATTEBO, G.
Título original:
Simulated settings; powerful arenas for learning patient safety practices and facilitating transference to clinical practice. A mixed method study
Resumo:

O trabalho em equipe ineficaz é um fator importante para a ocorrência de incidentes críticos em razão de uma carência de habilidades não técnicas. O treinamento de equipes pode ser fundamental para evitar esses incidentes. O objetivo deste estudo foi explorar as experiências de estudantes de enfermagem e medicina após um curso de treinamento de equipes interprofissionais baseado em simulações (SBITT, na sigla em inglês) e seu impacto sobre as práticas profissionais e de segurança do paciente, usando um design de métodos mistos simultâneos. Os participantes (n = 262) foram organizados em 44 equipes interprofissionais. Os resultados mostraram que duas sequências de treinamento no mesmo dia melhoraram o desempenho geral das equipes. Os erros cometidos durante o SBITT pareceram melhorar a qualidade do cuidado com os pacientes quando os alunos retornaram à prática clínica, pois tornaram os alunos mais vigilantes. Além disso, reuniões de debriefing auxiliadas por vídeo serviram como uma oportunidade para fortalecer o trabalho em equipes interprofissionais e compartilhar a consciência situacional. O SBITT deu aos estudantes a oportunidade de praticar habilidades de raciocínio clínico e de compartilhar conhecimentos profissionais. Os alunos transmitiram a importância de aprender a se manifestar para assegurar a utilização de práticas clínicas seguras. Os ambientes simulados parecem ser arenas poderosas para aprender práticas de segurança do paciente e facilitar a transferência dessa conscientização para a prática clínica.

Resumo Original:

Poor teamwork is an important factor in the occurrence of critical incidents because of a lack of non-technical skills. Team training can be a key to prevent these incidents. The purpose of this study was to explore the experience of nursing and medical students after a simulation-based interprofessional team training (SBITT) course and its impact on professional and patient safety practices, using a concurrent mixed-method design. The participants (n = 262) were organized into 44 interprofessional teams. The results showed that two training sequences the same day improved overall team performance. Making mistakes during SBITT appeared to improve the quality of patient care once the students returned to clinical practice as it made the students more vigilant. Furthermore, the video-assisted oral debriefing provided an opportunity to strengthen interprofessional teamwork and share situational awareness. SBITT gave the students an opportunity to practice clinical reasoning skills and to share professional knowledge. The students conveyed the importance of learning to speak up to ensure safe patient practices. Simulated settings seem to be powerful arenas for learning patient safety practices and facilitating transference of this awareness to clinical practice.

Keywords: Mixed method; Patient safety; Simulation-based interprofessional team training; Video-assisted oral debriefing

Fonte:
; 21: 75-82; 2016. DOI: 10.1016/j.nepr.2016.10.003.