Segurança em medicamentos é a meta do Terceiro Desafio Global da Segurança do Paciente da OMS

Engajamento e compromisso na redução dos danos associados à medicação

Por Isis Breves | Publicado em 27/03/2017

“Medicação sem danos” é o tema do Terceiro Desafio Global de Segurança do Paciente da Organização Mundial de Saúde (OMS). O lançamento do desafio será realizado no evento Second Global Ministerial Summit on Patient Safety, nos dias 29 e 30 de março, em Bonn na Alemanha. 

Esse evento é um encontro que reúne ministros de saúde de 50 Estados e representantes de organizações internacionais, incluindo o Banco Mundial, a OCDE e o Conselho da Europa, para engajamento e compromisso dos participantes na redução dos danos associados à medicação. 

O Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos (ISMP Brasil) divulgou uma nota sobre o lançamento desse desafio. Confira aqui.

Os erros de medicação de forma geral correspondem a 30% dos erros em hospitais e na atenção primária. Recentemente foi divulgado na imprensa brasileira o caso de uma paciente que faleceu com suspeita de um evento adverso grave de troca de medicação. O caso aconteceu em um hospital de Franca, estado de São Paulo. A profissional de saúde aplicou um anestésico, no lugar do medicamento correto, que seria um antitóxico. A finalidade seria diminuir os efeitos colaterais da terapia que a paciente estava sendo submetida para controle da doença de Berger, uma doença autoimune que causa insuficiência renal. 

O Proqualis fez uma matéria com Mariana Gonzaga, farmacêutica, professora e pós-doutoranda em Medicamentos e Assistência Farmacêutica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que também atua como membro do conselho científico do Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos (ISMP Brasil), que falou sobre esse caso que aconteceu de erro de troca de medicação. Leia em aqui.