Hemorio promoveu campanha de doação de sangue em diferentes locais do Rio

A campanha aconteceu para comemorar o Dia Nacional do Doador de Sangue

Autor pessoal: 
Isis Breves;

Dia 25 de novembro foi o Dia Nacional do Doador de Sangue. O Hemorio liderou as comemorações no Estado do Rio de Janeiro para conscientizar a população da importância de doar sangue, com uma agenda de coleta externa em diferentes pontos da cidade.  Ao longo da semana de 21 a 25 de novembro, o Hemorio registrou 2.324 comparecimento de candidatos a doador e obteve 1.649 bolsas de sangue coletadas.

A instituição abastece 180 hospitais públicos, com uma média de 6.500 coletas de sangue por doadores por mês, caminhando para fechar o ano com 78 mil doações de sangue. Mas, ainda assim, esse número é pouco para garantir os estoques em dia. 

Segundo o Médico Hematologista e Hemoterapeuta Luiz Amorim, Diretor do Hemorio, a doação de sangue é, atualmente, muito segura. "A doação de sangue hoje é bastante segura para os doadores. Recomendamos, após a coleta, a ingestão de líquido, um café e algum alimento que contenha sal. Essas medidas previnem a denominada reação vagal, que, mesmo com todas as precauções, pode acontecer. Por isso, após o procedimento e durante o lanche, mantemos em vigilância esses doadores, para socorrê-los o mais rápido possível em caso de tontura e palidez.", explica Luiz Amorim.

 

Dados do Boletim de Produção Hemoterápica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apontaram que no período de 2010 a 2014 a média anual foi de 3.914.513. candidatos à doação de sangue, com destaque para o ano de 2014, que apresentou o maior número registrado, com um total de 4.262.677. Importante ressaltar, que geralmente 30% dos candidatos a doação de sangue não podem doar sangue, devido a critérios de estar aptos a doação de sangue das normativas vigentes.

Essa taxa pôde ser percebida em 2015, que dos 4.007.309 candidatos à doação, foram realizadas 3.162.111 coletas. Ainda assim, o sistema apontou que um total de 73.737 doações aptas não compuseram o quantitativo de coletas por ser erros de preenchimento dos formulários; manejo de dados; ou ainda a situações como desistência do doador, problemas durante a coleta e outras intercorrências.

“É fundamental para a Segurança do Paciente o processo de triagem na doação de sangue. A lista de condições para doar sangue está disponível no site do Hemorio para que o candidato a doador ter acesso a todas informações para ser um doador: http://www.hemorio.rj.gov.br/Html/Doacao_doe.htm#1

Ou para tirar dúvidas sobre doação de sangue, o Hemorio disponibiliza o Disque Sangue -  0800 282078. "No Dia Nacional do Doador de Sangue, 25 de novembro, fizemos um esforço de conscientizar a população para doação de sangue, já que no período de festas de finais de ano as coletas diminuem e as emergências nos hospitais aumentam”, finaliza Amorim.

 

Veja também: Vídeo publicado no Portal Proqualis da entrevista com o Diretor do Hemorio Luiz Amorim sobre Uso Seguro do Sangue

https://www.youtube.com/watch?v=66ZBXNK3To4