Inglês


Efetividade do Sistema de Triagem de Manchester no tempo até o tratamento num serviço de emergência: uma revisão sistemática

Estudo indica que o MTS pode reduzir o TaT de alguns pacientes que se apresentam ao serviço de emergência, mas não de todos


O papel dos fatores humanos na segurança do paciente neonatal

O campo de fatores humanos nos ensina que a segurança do paciente é alcançada quando se projetam sistemas e protocolos que consideram a imensa e flexível capacidade dos seres humanos 

HTML

Promoção da segurança nas transformações do cuidado de saúde

Artigo analisa as práticas cognitivas, sociais e técnicas no cuidado de saúde, como ecologias de aprendizagem, dando especial atenção aos papéis intencionais e não intencionais das tecnologias 

HTML

Impacto do método TeamSTEPPS sobre a cultura de segurança do paciente em uma maternidade suíça

 Após a implementação do TeamSTEPPS, a cultura de segurança melhorou significativamente em três das doze dimensões no grupo de intervenção

HTML

Reuniões de morbidade e mortalidade para melhorar a segurança do paciente: um inquérito com 109 cirurgiões consultores em Londres, no Reino Unido

Muitos cirurgiões não participam rotineiramente das reuniões e existe receio em relação a processos judiciais


O problema da vergonha da medicina

A vergonha provavelmente representa um fator contribuinte para problemas de saúde mental entre médicos

HTML

Desenvolvimento de um plano nacional de segurança do paciente na Guatemala

Plano delineia quatro domínios voltados aos hospitais públicos, num período de cinco anos: liderança e governança, treinamento e conscientização, cultura de segurança e indicadores de resultados


Resultados qualitativos da implementação-piloto em etapas de uma nova ferramenta de aprendizagem organizacional para operacionalizar o paradigma Segurança-II no cuidado de saúde

Resultados corroboram o uso da RETIPS como uma ferramenta para operacionalizar o paradigma da Segurança II no cuidado de saúde.

HTML

Mudando do Programa CUSP para o CUP: empoderamento de equipes multidisciplinares e sua integração na estrutura administrativa da organização hospitalar

A mudança estrutural colocou o ônus no sistema, pois fez da comunicação multidisciplinar e do trabalho em equipe o elemento central do funcionamento da organização 


Capacitação de pacientes para a participação no cuidado de saúde durante a internação: scoping review

As técnicas para mudança comportamental mais identificadas foram adição de novos elementos ao ambiente e reestruturação do ambiente social ou físico. 

Páginas

Subscribe to Inglês
Páginas:
Página Inicial