Uso fundamental de energia em cirurgia: um programa educacional essencial para a segurança no centro cirúrgico

JONES, S. B. ; MUNRO, M. G. ; FELDMAN, L. S. ; ROBINSON, T. N. ; BRUNT, L. M. ; SCHWAITZBERG, S. D. ; JONES, D. B.
Título original:
Fundamental Use of Surgical Energy (FUSE): An Essential Educational Program for Operating Room Safety
Resumo:

A segurança no centro cirúrgico (CC) tornou-se uma grande preocupação de segurança do paciente desde a década de 1990. A melhoria da comunicação e do comportamento em equipe é uma meta bastante comum dos programas de segurança ao nível institucional. Apesar destes esforços, ainda ocorrem lacunas de segurança essenciais no centro cirúrgico e nas salas de procedimentos. Um exemplo emblemático é o uso de dispositivos baseados em energia nos CCs e em áreas onde são realizados procedimentos. Falta de compreensão básica da função, do desenho e da aplicação dos dispositivos baseados em energia contribui para lesões e danos evitáveis a uma taxa de aproximadamente 1 a 2 por 1.000 pacientes nos EUA. Centenas de incêndios ocorrem todos os anos em CCs nos EUA, por vezes causando lesões graves e até mesmo a morte. A maioria desses incêndios está associada ao uso de dispositivos baseados em energia. Em resposta a este problema de segurança, a Society of American Gastrointestinal and Endoscopic Surgeons (SAGES) desenvolveu o programa Fundamental Use of Surgical Energy (FUSE). Este programa inclui um currículo padronizado direcionado aos cirurgiões, outros médicos e profissionais da saúde aliados e um teste de certificação desenhado e validado psicometricamente. A certificação do FUSE documenta a aquisição dos conhecimentos básicos necessários para o uso de dispositivos baseados em energia no CC com segurança. O programa FUSE preenche uma lacuna existente nos currículos e avaliações de competências para cirurgiões e outros especialistas em procedimentos, no uso de dispositivos baseados em energia em pacientes.

Resumo Original:

Operating room (OR) safety has become a major concern in patient safety since the 1990s. Improvement of team communication and behavior is a popular target for safety programming at the institutional level. Despite these efforts, essential safety gaps remain in the OR and procedure rooms. A prime example is the use of energy-based devices in ORs and procedural areas. The lack of fundamental understanding of energy device function, design, and application contributes to avoidable injury and harm at a rate of approximately 1 to 2 per 1000 patients in the US. Hundreds of OR fires occur each year in the US, some causing severe injury and even death. Most of these fires are associated with the use of energy-based surgical devices.In response to this safety issue, the Society of American Gastrointestinal and Endoscopic Surgeons (SAGES) developed the Fundamental Use of Surgical Energy (FUSE) program. This program includes astandardized curriculum targeted to surgeons, other physicians, and allied health care professionals and a psychometrically designed and validated certification test. A successful FUSE certification documents acquisition of the basic knowledge needed to safely use energy-based devices in the OR. By design FUSE fills a void in the curriculum and competency assessment for surgeons and other procedural specialists in the use of energy-based devices in patients.

Fonte:
Perm J ; 21(1): 4-9; 2017. DOI: 10.7812/TPP/16-050.