Uso de uma nova ferramenta visual para melhorar as estimativas de perda sanguínea obstétrica

ZUCKERWISE, L. C. ; PETTKER, C. M. ; ILLUZZI, J. ; RAAB, C. R. ; LIPKIND, H. S.
Título original:
Use of a novel visual aid to improve estimation of obstetric blood loss
Resumo:

Objetivo: A estimativa visual da perda de sangue é frequentemente imprecisa. O sangramento obstétrico requer a identificação e a intervenção rápida para prevenir a morbidade e a mortalidade materna. Nosso objetivo foi criar uma ferramenta visual para melhorar a precisão das estimativas de perda sanguínea obstétrica.

Métodos: Preparamos um cartão de bolso contendo imagens de sangue em materiais obstétricos comuns, para ser utilizado como um auxílio visual. Criamos seis estandes com volumes conhecidos de sangue artificial, utilizando materiais de kits de parto convencionais. Os profissionais obstétricos registraram sua estimativa visual para a perda de sangue ao longo de uma série de volumes e materiais antes e após receberem o nosso cartão de auxílio visual. Avaliamos os efeitos do volume de sangue, da função clínica e dos anos de experiência sobre a precisão da estimativa.

Resultados: No total, 151 participantes avaliaram seis estandes. Classificamos os participantes com base no erro percentual da estimativa de perda de sangue antes e após receberem o nosso auxílio visual. Encontramos uma melhoria significativa na precisão das avaliações entre todos os tipos de profissionais após a intervenção em quatro dos seis volumes (p<0,001). Num inquérito pós-teste, 90% dos participantes (n=136) relataram uma melhoria subjetiva em sua capacidade de estimar a perda de sangue. Antes da intervenção, a precisão da estimativa variou conforme o tipo de profissional em dois dos seis estandes (p=0,01 e p=0,03). Esta diferença persistiu em um estande após a intervenção (p<0,01). Os anos de experiência não estiveram relacionados à precisão da estimativa em cinco dos seis estandes (p>0,05).

Conclusão: Um cartão de auxílio visual que apresenta volumes conhecidos de sangue em materiais obstétricos pode melhorar a precisão das estimativas de perda de sangue entre diferentes profissionais obstétricos com distintos níveis de experiência.

Resumo Original:

Objective: Visual estimation of blood loss is often inaccurate and imprecise. Obstetric bleeding requires expedient identification and intervention to prevent maternal morbidity and mortality. We aimed to create a visual aid to improve accuracy of estimated obstetric blood loss.

Methods: We designed a pocket card containing images of blood on common obstetric materials to serve as a visual aid. We created six stations with known volumes of artificial blood using materials from standard delivery kits. Obstetric providers recorded visually estimated blood loss across a variety of volumes and materials before and after receiving our visual aid. We assessed the effects of blood volume, clinical role, and years of experience on accuracy of estimation.

Results: One hundred fifty-one participants assessed six stations. We categorized participants by percent error of estimated blood loss before and after receiving our visual aid. We found a significant improvement in accurate assessments for all provider types after intervention across four of the six volumes (P<.001). In a posttest survey, 90% of participants (n=136) reported subjective improvement in estimation ability. Provider type affected accuracy before intervention in two of six stations (P=.01 and P=.03). This difference persisted in one station after intervention (P<.01). Years of experience did not correlate with accuracy of blood volume estimation in five of six stations (P>.05).

Conclusion: A visual aid depicting known volumes of blood on obstetric materials can improve accuracy of blood volume estimation among obstetric providers of varying types and with varying years of experience.

Fonte:
Obstet Gynecol ; 123(5): 982-986; 2015. DOI: 10.1097/AOG.0000000000000233.