Uma revisão sistemática de ferramentas confiáveis e validadas para a medição da participação do paciente no cuidado de saúde

PHILLIPS, N. M. ; STREET, M. ; HAESLER, E.
Título original:
A systematic review of reliable and valid tools for the measurement of patient participation in healthcare
Resumo:

Introdução: A participação do paciente no cuidado de saúde é reconhecida internacionalmente como essencial para a prestação de um cuidado de saúde de alta qualidade e centrado no consumidor. Sua medição como parte da melhoria contínua da qualidade requer o desenvolvimento de padrões consensuais e indicadores mensuráveis.

Objetivo: Esta revisão sistemática procurou identificar estratégias de medição da participação dos pacientes no cuidado de saúde e avaliar sua confiabilidade e validade. No contexto desta revisão, a participação do paciente foi concebida como a tomada de decisões compartilhada, reconhecendo que o paciente tem conhecimentos fundamentais em relação às suas próprias necessidades de saúde e promovendo o autocuidado e a autonomia.

Métodos: Após uma pesquisa abrangente, incluímos estudos publicados em inglês, entre janeiro de 2004 e março de 2014, que avaliassem a confiabilidade ou a validade de um instrumento usado em um ambiente de saúde para medir a participação dos pacientes.

Resultados: A pesquisa inicial identificou 1582 estudos. Destes, 156 foram selecionados e avaliados com base nos critérios de inclusão. No total, 33 estudos que avaliaram 24 ferramentas de medição da participação do paciente cumpriram os critérios de inclusão e foram avaliados criticamente. Em sua maioria, os trabalhos foram estudos psicométricos descritivos que usaram desenhos prospectivos e transversais. Quase todas as ferramentas preenchidas pelos pacientes, cuidadores familiares, observadores ou outras partes interessadas estiveram centradas em aspectos da comunicação paciente-profissional. Poucas ferramentas destinadas a serem preenchidas pelos pacientes ou cuidadores familiares apresentaram medidas válidas e confiáveis da participação do paciente. Observamos uma baixa correlação entre muitas das ferramentas e outras medidas de satisfação do paciente.

Conclusão: Poucas ferramentas confiáveis e válidas para a medição da participação do paciente no cuidado de saúde foram desenvolvidas recentemente. Dentre as que foram avaliadas nesta revisão, a ferramenta Observing Patient Involvement in Decision Making (dyadic-OPTION) é a mais promissora para a medição de componentes centrais da participação do paciente. Ainda é necessário estudar melhor estratégias válidas, confiáveis e viáveis para a medição da participação do paciente como parte da melhoria contínua da qualidade.

Resumo Original:

Introduction: Patient participation in healthcare is recognised internationally as essential for consumer-centric, high-quality healthcare delivery. Its measurement as part of continuous quality improvement requires development of agreed standards and measurable indicators.

Aim: This systematic review sought to identify strategies to measure patient participation in healthcare and to report their reliability and validity. In the context of this review, patient participation was constructed as shared decision-making, acknowledging the patient as having critical knowledge regarding their own health and care needs and promoting self-care/autonomy.

Methods: Following a comprehensive search, studies reporting reliability or validity of an instrument used in a healthcare setting to measure patient participation, published in English between January 2004 and March 2014 were eligible for inclusion.

Results: From an initial search, which identified 1582 studies, 156 studies were retrieved and screened against inclusion criteria. Thirty-three studies reporting 24 patient participation measurement tools met inclusion criteria, and were critically appraised. The majority of studies were descriptive psychometric studies using prospective, cross-sectional designs. Almost all the tools completed by patients, family caregivers, observers or more than one stakeholder focused on aspects of patient–professional communication. Few tools designed for completion by patients or family caregivers provided valid and reliable measures of patient participation. There was low correlation between many of the tools and other measures of patient satisfaction.

Conclusion: Few reliable and valid tools for measurement of patient participation in healthcare have been recently developed. Of those reported in this review, the dyadic Observing Patient Involvement in Decision Making (dyadic-OPTION) tool presents the most promise for measuring core components of patient participation. There remains a need for further study into valid, reliable and feasible strategies for measuring patient participation as part of continuous quality improvement.

Fonte:
BMJ Qual Saf ; 2016. DOI: 10.1136/bmjqs-2015-004357 .
Nota Geral:

Online First