Traqueostomias cirúrgicas em pacientes com COVID-19: considerações importantes e as 5 medidas de segurança

Damian Broderick ; Panayiotis Kyzas ; Kevin Sanders ; Alistair Sawyerr ; Chetan Katre ; Leandros Vassiliou
Título original:
Surgical Tracheostomies in Covid-19 Patients: Important Considerations and the "5Ts" of Safety
Resumo:

Resumo
A pandemia de doença do coronavírus de 2019 (COVID-19) (causada pelo vírus SARS-CoV-2) Leandros Vassilioué o maior desafio de saúde das últimas décadas. Os profissionais clínicos estão modificando a forma como abordam os procedimentos cotidianos. A segurança e a redução do risco de transmissão são fundamentais. As traqueostomias cirúrgicas em pacientes com COVID-19 são procedimentos geradores de aerossóis que envolvem um risco significativo de contaminação viral. Descrevemos aqui a nossa abordagem local para estes procedimentos, introduzindo as 5 medidas para a segurança da prática de traqueostomia: preparação da sala de cirurgia, briefing com a equipe, transferência do paciente, procedimento de traqueostomia e desparamentação e debriefing. Identificamos as etapas críticas do procedimento e explicamos como mitigar os riscos associados à quebra do circuito de transferência para conectar o paciente ao ventilador da sala de cirurgia. Explicamos a nossa técnica para reduzir o derramamento de secreções ao abrir a traqueia. Enfatizamos a importância da aspiração traqueal fechada e da aspiração bucal antes da transferência do paciente. Destacamos a importância de manter um circuito fechado durante todo o procedimento e descrevemos sugestões para alcançar esse objetivo. Resumimos as etapas do nosso protocolo de uma forma fácil de reproduzir. Por fim, enfatizamos a importância da comunicação em um ambiente em constante mudança e circunstâncias que representam desafios.
Palavras-chave: SDRA; SARS; via aérea; coronavírus; COVID-19; traqueostomia.
 

Resumo Original:

Abstract
The coronavirus disease (covid19) pandemic (caused by the SARS-CoV-2 virus) is the greatest healthcare challenge in a generation. Clinicians are modifying the way they approach day-to-day procedures. Safety and reduction of transmission risk is paramount. Surgical tracheostomies in covid19 patients are aerosol generating procedures linked with a significant risk of viral contamination. Here, we describe our local approach for these procedures, introducing the "5Ts" of safe tracheostomy practice: Theatre set-up, Team Briefing, Transfer of patient, Tracheostomy Procedure, Team Doffing and De-brief. We identify the critical steps of the procedure and explain how we overcome the risks associated with breaking the transfer circuit to attach the patient to the theatre ventilator. We explain our technique to reduce secretion spillage when opening the trachea. We emphasise the importance of closed tracheal suctioning and mouth suctioning prior to patient transfer. We highlight the importance of maintaining a closed circuit throughout the procedure and describe tips on how to achieve this. We summarise the steps of our protocol in an "easy to reproduce" way. Finally, we emphasise the importance of communication in a constantly changing environment and challenging circumstances.
Keywords: ARDS; SARS; airway; coronavirus; covid19; tracheostomy.
 

Fonte:
; 58(5): 585-589; 2020. DOI: 10.1016/j.bjoms.2020.04.008.