Segurança do paciente no centro cirúrgico: como o método A3 pode ajudar a reduzir o movimento de portas.

SIMONS, F. E. ; AIJ, K. H. ; WIDDERSHOVEN, G. A. ; VISSE, M.
Título original:
Patient safety in the operating theatre: how A3 thinking can help reduce door movement.
Resumo:

Questão: A pesquisa muitas vezes enfatiza a importância de reduzir a movimentação de portas durante cirurgias para prevenir as infecções de sítio cirúrgico. Este estudo investigou o possível efeito de uma intervenção baseada no método Lean A3 sobre a redução da movimentação de portas durante cirurgias num centro médico universitário na Holanda.

Avaliação inicial: Um contador digital registrou a movimentação de portas durante 8009 procedimentos cirúrgicos ao longo de 8 meses. O número de movimentos de porta por procedimento cirúrgico variou de 0 a 555, com uma média de 24 movimentos de porta por hora em 26 especialidades.

Escolha da solução: Nosso objetivo foi reduzir a movimentação de portas em uma sala de cirurgia ortopédica por meio de uma intervenção baseada no método Lean A3. Esta intervenção foi executada através de um relatório A3 que promove a resolução estruturada de problemas com base num ciclo Plan-Do-Check-Act ("Planejar-Fazer-Verificar-Atuar").

Implementação: Uma equipe multidisciplinar seguiu e concluiu as etapas do relatório A3, uma a uma. O efeito das mudanças foi monitorado ao longo de 12 meses.

Avaliação: O uso de uma intervenção Lean A3 resultou numa redução sustentável de 78% na movimentação de portas, de uma média de 24 para 4 vezes por hora, durante procedimentos ortopédicos em uma sala de cirurgia.

Lições aprendidas: Este artigo demonstra a relevância e a possibilidade de reduzir a movimentação de portas durante cirurgias, utilizando métodos de gestão Lean em geral e uma intervenção A3 em particular. Esta intervenção estimulou o diálogo, o compartilhamento de conhecimentos e a colaboração entre profissionais de saúde especializados, resultando numa análise de causa-raiz aprofundada que promoveu sinergias na utilização de contramedidas — o que, segundo os participantes do estudo, gerou um resultado sustentável.

Palavras-chave:Método A3; movimentação de portas; Lean; monitoramento; sala de cirurgia; vigilância

Resumo Original:

Issue: Research has often stressed the significance of reducing door movement during surgery for preventing surgical site infections. This study investigated the possible effect of a lean A3 intervention on the reduction of door movement during surgery in a university medical center in the Netherlands.

Inital Assessment: A digital counter recorded door movement during 8009 surgical procedures during 8 months. The number of door movements per surgical procedure ranged from 0 to 555, with a mean of 24 door movements per hour across 26 specialisms.

Choice of solution: We aimed to reduce door movement in one operating room for orthopedic surgery by a lean A3 intervention. This intervention was executed by means of an A3 report that promotes structured problem solving based on a Plan-Do-Check-Act cycle.

Implementation: The steps of the A3 report was followed and completed one-by-one by a multidisciplinary team. The effect of the changes was monitored over the course of 12 months.

Evaluation: The use of a lean A3 intervention resulted in a sustainable decrease of door movements by 78%, from a mean of 24 to a mean of 4 door movements per hour during orthopedic surgery at one OR.essons Learned: This paper shows the relevance of and the possibility for a reduction of door movement during surgery by lean management methods in general and an A3 intervention in particular. This intervention stimulated dialogue and encouraged knowledge-sharing and collaboration between specialized healthcare professionals and this resulted in a thorough root-cause analysis that provided synergy in the countermeasures-with, according to respondents, a sustainable result.

Fonte:
Int J Qual Health Care ; 26(4): 366-371; 2014. DOI: 10.1093/intqhc/mzu033.