Redução da ocorrência de infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres centrais em uma unidade de terapia intensiva neonatal: lições práticas para sua realização e sustentabilidade

Hawes JA ; Lee KS
Título original:
Reduction in Central Line-Associated Bloodstream Infections in a NICU: Practical Lessons for Its Achievement and Sustainability.
Resumo:

Os cateteres venosos centrais são usados com frequência para a provisão de nutrição parenteral e administração de medicamentos a recém-nascidos gravemente doentes em unidades de terapia intensiva neonatais (UTIN). No entanto, as infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres centrais (IPCS) representam uma grande complicação e continuam sendo uma causa importante de sepse nosocomial em UTIN. As infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres centrais deixaram de ser complicações de rotina esperadas, passando a ser consideradas como eventos adversos agora avaliados como evento crítico, sendo necessário identificar a sua causa-raiz para prevenir eventos futuros. Diversas estratégias têm se mostrado bem-sucedidas, como a implementação e a manutenção de pacotes de intervenções, estratégias de educação para promover a adesão aos componentes desses pacotes e apoio institucional. Embora seja possível alcançar baixas taxas de IPCS, a sua sustentação e alcançar zero IPCS representam um desafio persistente. Neste artigo, descrevemos as nossas experiências e lições aprendidas, com ênfase nas dificuldades na implementação dos elementos dos pacotes de intervenções e nas estratégias e ferramentas que utilizamos para superá-las.

Resumo Original:

Central venous catheters are commonly used for the provision of parenteral nutrition and medications for critically ill neonates in the NICU. However, central line-associated bloodstream infections (CLABSIs) are a major complication associated with their use and remain an important cause of nosocomial sepsis in NICUs. Central line-associated bloodstream infection has shifted from being an expected routine complication of central line use to an adverse event now evaluated as a critical event with the goal of identifying root causes so future CLABSI events are prevented. Success has been achieved through multiple strategies including implementation and maintenance of care bundles, education strategies to promote consistent adherence to bundle components, and institutional and unit support. Although low CLABSI rates can be achieved, sustaining low CLABSI rates and achieving zero CLABSI remain an ongoing challenge. We describe our experience with lessons learned, with an emphasis on the areas of difficulty during implementation of the bundle elements and the strategies and tools we utilized to overcome them.

Fonte:
; 37(2): 105-115; 2018. DOI: 10.1891/0730-0832.37.2.105.