Prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica e pneumonia pós-operatória precoce utilizando tubos endotraqueais com cuff em formato cônico: revisão sistemática e metanálise de estudos controlados randomizados

MAERTENS, B. ; BLOT, K. ; BLOT, S.
Título original:
Prevention of Ventilator-Associated and Early Postoperative Pneumonia Through Tapered Endotracheal Tube Cuffs: a Systematic Review and Meta-Analysis of Randomized Controlled Trials
Resumo:

Objetivo: A microaspiração de secreções subglóticas é considerada o principal mecanismo patogênico da pneumonia adquirida em hospital, tanto na pneumonia pós-operatória precoce como na pneumonia associada à ventilação mecânica. Foi sugerido que os tubos endotraqueais com cuff em formato cônico proporcionam uma melhor vedação da via aérea extraluminal, evitando assim a microaspiração e, possivelmente, prevenindo a pneumonia adquirida no hospital. Realizamos revisão sistemática e metanálise para avaliar o valor dos tubos endotraqueais com cuff em formato cônico na prevenção da pneumonia adquirida em hospital.

Fontes de dados: Fizemos uma pesquisa sistemática nas bases de dados MEDLINE, EMBASE, CENTRAL/CCTR, ClinicalTrials.gov e ICTRP até março de 2017.

Seleção de estudos: Foram considerados elegíveis os estudos clínicos controlados randomizados que comparassem o impacto dos tubos com cuff em formato cônico versus cuff tradicional na pneumonia adquirida em hospital.

Extração de dados: Uma metanálise de efeitos aleatórios calculou o odds ratio e seu IC 95% para a taxa de ocorrência de pneumonia hospitalar entre os grupos. Os desfechos secundários incluíram mortalidade, duração da ventilação mecânica, tempo de internação hospitalar e na UTI e cuff subinsuflado.

Síntese de dados: Incluímos 6 estudos clínicos randomizados controlados, com 1.324 pacientes de unidades de terapia intensiva e unidades pós-operatórias. Apenas dois estudos aplicaram concomitantemente a drenagem de secreção subglótica, e nenhum estudo realizou o monitoramento contínuo da pressão do cuff. Não houve diferenças significativas entre os grupos que utilizaram cuffs em formato cônico versus cuffs em formato padrão na incidência de pneumonia adquirida no hospital (OR 0,97; IC 95% 0,73-1,28; p=0,81). Também não houve diferenças nos desfechos secundários.

Conclusões:O uso de tubos endotraqueais com cuff em formato cônico não reduziu a incidência de pneumonia adquirida no hospital entre pacientes internados em UTIs e em unidades pós-operatórias. Estudos futuros devem examinar o impacto do uso concomitante de cuffs em formato cônico com o monitoramento contínuo da pressão do cuff e a drenagem de secreção subglótica.

Resumo Original:

Objetive: Microaspiration of subglottic secretions is considered a major pathogenic mechanism of hospital-acquired pneumonia, either early postoperative or ventilator-associated pneumonia. Tapered endotracheal tube cuffs have been proposed to provide a better seal of the extraluminal airway, thereby preventing microaspiration and possibly hospital-acquired pneumonia. We performed a systematic review and meta-analysis to assess the value of endotracheal tubes with tapered cuffs in the prevention of hospital-acquired pneumonia.

Data sources: A systematic search of MEDLINE, EMBASE, CENTRAL/CCTR, ClinicalTrials.gov, and ICTRP was conducted up to March 2017.

Study selection: Eligible trials were randomized controlled clinical trials comparing the impact of tapered cuffs versus standard cuffs on hospital-acquired pneumonia.

Data extraction: Random-effects meta-analysis calculated odds ratio and 95% CI for hospital-acquired pneumonia occurrence rate between groups. Secondary outcome measures included mortality, duration of mechanical ventilation, length of hospital and ICU stay, and cuff underinflation.

Data synthesis: Six randomized controlled clinical trials with 1,324 patients from intensive care and postoperative wards were included. Only two studies concomitantly applied subglottic secretion drainage, and no trial performed continuous cuff pressure monitoring. No significant difference in hospital-acquired pneumonia incidence per patient was found when tapered cuffs were compared with standard cuffs (odds ratio, 0.97; 95% CI, [0.73-1.28]; p = 0.81). There were likewise no differences in secondary outcomes.

Conclusions: Application of tapered endotracheal tube cuffs did not reduce hospital-acquired pneumonia incidence among ICU and postoperative patients. Further research should examine the impact of concomitant use of tapered cuffs with continuous cuff pressure monitoring and subglottic secretion drainage.

Fonte:
Crit Care Med ; 46(2): 316-323; 2018. DOI: 10.1097/CCM.0000000000002889.