Prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica com antissépticos orais: revisão sistemática e metanálise

LABEAU, S.O. ; VAN de VYER, K. ; BRUSSELAERS, N. ; VOGELAERS, D. ; BLOT, S. I.
Título original:
Prevention of ventilator-associated pneumonia with oral antiseptics: a systematic review and meta-analysis
Resumo:

Contexto: Realizamos uma revisão sistemática e uma metanálise de efeitos aleatórios de estudos randomizados para avaliar o efeito do cuidado oral com clorexidina ou iodopovidona sobre a prevalência de pneumonia associada à ventilação mecânica em comparação com o cuidado oral sem esses antissépticos em pacientes adultos.

Métodos: Os estudos foram identificados nos bancos de dados PubMed, CINAHL, Web of Science e CENTRAL e a partir de buscas manuais complementares. Os trabalhos elegíveis eram estudos randomizados sobre pacientes adultos em ventilação mecânica que receberam cuidado oral com clorexidina ou iodopovidona. Calculamos os riscos relativos (RR) e seus intervalos de confiança de 95% utilizando o modelo de Mantel-Haenszel, e a heterogeneidade foi avaliada pelo teste I².

Resultados: Foram incluídos 14 estudos (2.481 pacientes), dentre os quais 12 investigaram o efeito da clorexidina (2.341 pacientes) e dois examinaram o efeito da iodopovidona (140 pacientes). No total, o uso de antissépticos resultou numa redução significativa do risco de pneumonia associada à ventilação mecânica (RR, 0,67; IC 95%, 0,50-0,88; p=0,004). Foi demonstrado que a aplicação de clorexidina é efetiva (RR, 0,72; IC 95%, 0,55-0,94; p=0,02), mas o efeito da aplicação de iodopovidona permanece incerto (RR, 0,39; IC 95%, 0,11-1,36; p=0,14). A heterogeneidade foi moderada (I²=29%; p=0,16) entre os estudos que avaliaram a clorexidina e alta (I²=67%; p=0,08) entre os estudos que avaliaram a iodopovidona. Os efeitos favoráveis foram mais pronunciados nas análises de subgrupos que utilizaram clorexidina a 2% (RR, 0,53, IC 95%, 0,31-0,91) e em estudos cardiocirúrgicos (RR, 0,41, IC 95%, 0,17-0,98).

Interpretação: Esta análise demonstrou um efeito benéfico do uso de antissépticos orais na prevenção da pneumonia associada à ventilação mecânica. Os profissionais da saúde devem levar estes resultados em consideração ao prestarem o cuidado oral a pacientes intubados.

Fontes de financiamento: Nenhuma.

Resumo Original:

Background: We did a systematic review and random effects meta-analysis of randomised trials to assess the effect of oral care with chlorhexidine or povidone-iodine on the prevalence of ventilator-associated pneumonia versus oral care without these antiseptics in adults.

Methods: Studies were identified through PubMed, CINAHL, Web of Science, CENTRAL, and complementary manual searches. Eligible studies were randomised trials of mechanically ventilated adult patients receiving oral care with chlorhexidine or povidone-iodine. Relative risks (RR) and 95% CIs were calculated with the Mantel-Haenszel model and heterogeneity was assessed with the I(2) test.

Findings: 14 studies were included (2481 patients), 12 investigating the effect of chlorhexidine (2341 patients) and two of povidone-iodine (140 patients). Overall, antiseptic use resulted in a significant risk reduction of ventilator-associated pneumonia (RR 0.67; 95% CI 0.50-0.88; p=0.004). Chlorhexidine application was shown to be effective (RR 0.72; 95% CI 0.55-0.94; p=0.02), whereas the effect resulting from povidone-iodine remains unclear (RR 0.39; 95% CI 0.11-1.36; p=0.14). Heterogeneity was moderate (I(2)=29%; p=0.16) for the trials using chlorhexidine and high (I(2)=67%; p=0.08) for those assessing povidone-iodine use. Favourable effects were more pronounced in subgroup analyses for 2% chlorhexidine (RR 0.53, 95% CI 0.31-0.91), and in cardiosurgical studies (RR 0.41, 95% CI 0.17-0.98).

Interpretation: This analysis showed a beneficial effect of oral antiseptic use in prevention of ventilator-associated pneumonia. Clinicians should take these findings into account when providing oral care to intubated patients.

Funding: None.

Fonte:
Lancet Infect Dis ; 11(11): 845-854; 2011. DOI: 10.1016/S1473-3099(11)70127-X.
DECS:
Pneumonia Associada à Ventilação Mecánica, prevenção e controle, Revisão, Metanálise como assunto