Participação do paciente na prevenção de lesão por pressão: dando voz ao paciente

LATIMER, S. ; CHABOYER, W. ; GILLESPIE, B.
Título original:
Patient participation in pressure injury prevention: giving patient's a voice
Resumo:

As lesões por pressão constituem-se em carga para pacientes e organizações de saúde, com algumas práticas preventivas que têm pouco impacto na redução da prevalência. A participação do paciente no cuidado pode ser uma estratégia efetiva de prevenção de lesão por pressão, mas as preferências do paciente são desconhecidas. Este estudo interpretativo teve como objetivo descrever a percepção dos pacientes sobre seu papel atual e futuro na prevenção de lesão por pressão. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 20 adultos internados recrutados em quatro unidades médicas, em dois hospitais metropolitanos da Austrália. Os dados de entrevistas foram analisados usando análise de conteúdo, com três categorias emergentes: “experiência de lesões por pressão”; “participação na prevenção de lesão por pressão”; e “mobilização de recursos para a prevenção e o tratamento de lesão por pressão”. Essas categorias refletem a natureza complexa da experiência dos participantes com lesão por pressão. Os achados sugerem que os participantes adquiram conhecimento sobre lesão por pressão a partir de experiências diretas e indiretas; conhecimento que trazem para o hospital. A maioria dos participantes preferiu um papel proativo de prevenção de lesão por pressão. Muitos identificaram barreiras no ambiente de saúde que impediram sua participação e afetaram sua experiência de lesões por pressão e prevenção destas. Para considerar a participação do paciente como estratégia de prevenção de lesão por pressão, é necessário que os enfermeiros e as organizações vejam os pacientes como parceiros.

Palavras-Chave: Análise de conteúdo; Processo decisório; Entrevistas; Experiências do paciente; Úlcera por pressão

Resumo Original:

Pressure injuries burden patients and healthcare organisations, with some preventative practices having little impact on prevalence reduction. Patient participation in care may be an effective pressure injury prevention strategy, yet patient preferences are unknown. The aim of this interpretive study was to describe patients' perceptions of their current and future role in pressure injury prevention. Semi-structured interviews were conducted with 20 adult inpatients recruited from four medical units, at two Australian metropolitan hospitals. Interview data were analysed using content analysis, with three categories emerging: 'experiencing pressure injuries'; 'participating in pressure injury prevention'; and 'resourcing pressure injury prevention and treatment'. These categories reflect the complex nature of participants' pressure injury experience. The findings suggest participants gather pressure injury knowledge from first-hand and vicarious experience; knowledge they bring to hospital. Most participants preferred a proactive pressure injury prevention role. Many identified barriers in the healthcare environment that impeded their participation and affected their experience of pressure injuries and pressure injury prevention. If patient participation as a pressure injury prevention strategy is to be considered, nurses and organisations need to view patients as partners.

Fonte:
Scand J Caring Sci ; 28(4): 648-656; 2014. DOI: 10.1111/scs.12088.