Os curativos de espuma profiláticos reduzem a ocorrência de lesões por pressão no calcanhar?

Ramundo J ; Pike C ; Pittman J
Título original:
Do Prophylactic Foam Dressings Reduce Heel Pressure Injuries?
Resumo:

OBJETIVO:

O objetivo desta revisão foi examinar as evidências e fornecer recomendações sobre a efetividade dos curativos de espuma profiláticos na redução de lesões por pressão no calcanhar.

QUESTÃO:

Os curativos de espuma profiláticos aplicados no calcanhar reduzem a ocorrência de lesões por pressão no calcanhar em pacientes internados em unidades de terapia intensiva?

ESTRATÉGIA DE BUSCA:

Um bibliotecário universitário especializado realizou uma busca na literatura, encontrando 56 artigos que examinaram lesões por pressão, prevenção e curativos profiláticos. Foi utilizada uma abordagem sistemática para revisar os títulos, resumos e textos que resultou em 13 estudos que cumpriram os critérios de inclusão. A força das evidências foi avaliada com base na metodologia do Essential Evidence Plus: Levels of Evidence e do Oxford Center for Evidence-Based Medicine.

RESULTADOS:

Identificamos 13 estudos que cumpriram os critérios de inclusão: 1 estudo randomizado controlado, 2 revisões sistemáticas, 3 estudos de coorte quase-experimentais, 1 estudo de melhoria da qualidade, 1 série de casos, 1 revisão de scoping review, 1 painel de consenso e 3 estudos de bancada. Todos os estudos identificados sugerem que o uso de curativos de espuma profiláticos reduz o desenvolvimento de lesões por pressão no calcanhar quando usados em conjunto com um programa de prevenção de lesão por pressão. A força das evidências dos estudos identificados foi de nível 1 (4 de nível A, 4 de nível B e 5 de nível C).

CONCLUSÕES/RECOMENDAÇÕES:

Para a prevenção de lesões por pressão no calcanhar, recomenda-se o uso de curativos de espuma profiláticos com múltiplas camadas, em conjunto com um programa de prevenção de lesões por pressão baseado em evidências (nível SORT 1).

Resumo Original:

PURPOSE:

The purpose of this evidence-based report card is to examine the evidence and provide recommendations related to the effectiveness of prophylactic foam dressings in reducing heel pressure injuries.

QUESTION:

Do prophylactic foam dressings applied to the heel reduce heel pressure injuries for patients in the acute care setting?

SEARCH STRATEGY:

A search of the literature was performed by a trained university librarian that resulted in 56 articles that examined pressure injury, prevention, and prophylactic dressings. A systematic approach was used to review titles, abstracts, and text, yielding 13 studies that met inclusion criteria. Strength of the evidence was rated based on the methodology from Essential Evidence Plus: Levels of Evidence and Oxford Center for Evidence-Based Medicine.

FINDINGS:

Thirteen studies were identified that met inclusion criteria; 1 was a randomized controlled trial, 2 were systematic reviews, 3 quasi-experimental cohort studies, 1 quality improvement study, 1 case series, 1 scoping review, 1 consensus panel, and 3 bench studies. All of the studies identified suggest that the use of prophylactic foam dressings reduces the development of pressure injuries on the heel when used in conjunction with a pressure injury prevention program. The strength of the evidence for the identified studies was level 1 (4 level A, 4 level B, and 5 level C).

CONCLUSION/RECOMMENDATION:

The use of prophylactic multilayer foam dressings applied to the heels, in conjunction with an evidence-based pressure injury prevention program, is recommended for prevention of pressure injuries on the heel (SORT level 1).

Fonte:
; 45(1): 75-82; 2018. DOI: 10.1097/WON.0000000000000400.