A melhor higienização das mãos do paciente pode afetar os eventos de infecção por Clostridium difficile em um centro médico universitário?

POKRYWKA, M. ; BURACZEWSKI, M. ; FRANK, D. ; DIXON, H. ; FERRELLI, J. ; SHUTT, K. ; YASSIN, M.
Título original:
Can improving patient hand hygiene impact Clostridium difficile infection events at an academic medical center?
Resumo:

Contexto: A higienização das mãos tem um papel importante na prevenção de infecções por Clostridium difficile (ICD). A higienização das mãos do paciente (HMP) pode ser uma medida potencialmente subutilizada para prevenir a ICD. A baixa mobilidade e acuidade, juntamente com a falta de educação, representam obstáculos para a higienização das mãos de pacientes internados. Inquéritos com pacientes em nossa instituição mostraram a necessidade de melhorar as oportunidades de HMP. O objetivo deste estudo foi aumentar a HMP e examinar se esta afeta as taxas de ICD em nosso hospital.

Métodos: Realizamos um estudo bifásico quase-experimental para aumentar a HMP proporcionando educação aos profissionais e oferecendo ensino, assistência e oportunidades aos pacientes para a higienização das mãos. A prática de HMP foi avaliada por inquéritos com pacientes e analisada usando o teste χ2. O efeito da HMP sobre as taxas de ICD foi determinado pelo acompanhamento de dados sobre eventos iniciados no hospital identificados pelo laboratório de Clostridium difficile, analisados com base nas razões padronizadas de infecção (RPIs) da National Healthcare Safety Network.

Resultados: As oportunidades de HMP melhoraram significativamente (p<0,0001) após a educação de profissionais e pacientes. As RPIs por Clostridium difficile caíram significativamente por 6 meses (p≤0,05) após a intervenção.

Conclusões: As oportunidades de HMP podem ser aumentadas oferecendo-se educação e oportunidades para que os pacientes higienizem as mãos. A HMP deve ser considerada uma medida relevante para a prevenção de ICDs em pacientes internados.

Palavras-Chave: Clostridium difficile; Higienização das mãos; Higienização das mãos do paciente

Resumo Original:

Background: Hand hygiene plays an important role in the prevention of Clostridium difficile (CD) infection (CDI). Patient hand hygiene (PHH) may be a potentially underused preventative measure for CDI. Patient mobility and acuity along with a lack of education present obstacles to PHH for the hospitalized patient. Surveys of patients at our institution showed a need for increased PHH opportunities. The objective of this study was to increase PHH and to examine if PHH affected CDI at our hospital.

Methods: A biphasic, quasi-experimental study was performed to increase PHH through education for staff and to provide education, assistance, and opportunities to the patient for hand cleaning. PHH practice was assessed by patient surveys and analyzed by χ2 test. PHH effect on CDI was determined by following health care facility-onset CD laboratory-identified events data analyzed by National Healthcare Safety Network standardized infection ratios (SIRs).

Results: PHH opportunities improved significantly (P < .0001) after staff and patient education. CD SIRs deceased significantly for 6 months (P ≤ .05) after the PHH intervention.

Conclusions: PHH opportunities can be increased by providing education and opportunities for patients to clean their hands. PHH should be considered a relevant preventative measure for CDI in hospitalized patients.

Keywords: Clostridium difficile; Hand hygiene; Patient hand hygiene

Fonte:
Am J Infect Control ; 45(9): 959-963; 2017. DOI: 10.1016/j.ajic.2017.06.019.