Lições aprendidas com relatos de casos de segurança do paciente em odontologia

OBADAN, E.M. ; RAMONI, R.B. ; KALENDERIAN, E.
Título original:
Lessons learned from dental patient safety case reports
Resumo:

Introdução: Os erros são comuns no cuidado de saúde, incluindo a odontologia. É fundamental que os profissionais de odontologia interceptem os erros antes que estes levem a eventos adversos e mitiguem os efeitos dos eventos adversos quando estes ocorrem. Isto requer uma abordagem sistemática tanto ao nível da profissão, o que é abrangido pelo referencial de segurança do paciente da Agency for Healthcare Research and Quality, como ao nível da prática, no qual a gestão de recursos da tripulação é um paradigma já testado. A promoção da segurança do paciente tanto ao nível da profissão como da prática odontológica depende da compreensão dos tipos e causas dos erros, que ainda não foram bem estudados.

Métodos: Os autores realizaram uma revisão retrospectiva de eventos adversos odontológicos descritos na literatura. Foram feitas pesquisas em bases de dados bibliográficos eletrônicas, sendo extraídos dados sobre as características do contexto, a descrição dos incidentes, as características dos casos, os ambientes clínicos onde ocorreram os eventos adversos, as fases do cuidado em que os eventos adversos foram identificados, as causas próximas, os tipos de danos aos pacientes, os graus de dano e as ações de recuperação.

Resultados: A pesquisa identificou 182 publicações (contendo 270 casos). O atraso no tratamento, o tratamento desnecessário ou a progressão da doença após um diagnóstico errado foram os tipos de danos mais relatados. Dentre os casos revistos, 24,4% dos pacientes envolvidos em eventos adversos sofreram danos permanentes. Um de cada 10 relatos de casos revistos (11,1%) descreveu que o evento adverso resultou na morte do paciente afetado.

Conclusões: Os relatos de casos publicados servem como uma janela para compreendermos a natureza e a extensão dos eventos adversos odontológicos; no entanto, a escassez geral de publicações sobre eventos adversos na literatura odontológica indica a necessidade de realizar mais estudos.

Implicações para a prática: As contribuições compartimentalizadas e incompletas para a compreensão dos eventos adversos no consultório de odontologia representam ameaças à segurança do paciente odontológico. Recomenda-se que os profissionais de odontologia publiquem um maior número de relatos de casos mais aprofundados sobre eventos adversos.

Resumo Original:

Background. Errors are commonplace in health care, including dentistry. It is imperative for dental professionals to intercept errors before they lead to an adverse event and to mitigate their effects when an adverse event occurs. This requires a systematic approach at both the profession level,
encapsulated in the Agency for Healthcare Research and Quality’s patient safety initiative framework, as well as at the practice level, in which crew resource management is a tested paradigm. Supporting patient safety at both the profession and dental practice levels relies on understanding the types and causes of errors, which have not been well studied.

Methods. The authors performed a retrospective review of dental adverse events reported in the literature. Electronic bibliographic databases were searched, and data were extracted on background characteristics, incident description, case characteristics, clinic setting where adverse event originated, phase of patient care that adverse event was detected, proximal cause, type of patient harm, degree of harm, and recovery actions.

Results. The authors identified 182 publications (containing 270 cases) through their search. Delayed treatment, unnecessary treatment, or disease progression after misdiagnosis was the largest type of harm reported. Of the reviewed cases, 24.4% of those patients involved in an adverse event
experienced permanent harm. One of every 10 case reports reviewed (11.1%) reported that the adverse event resulted in the death of the affected patient.

Conclusions. Published case reports provide a window into understanding the nature and extent of dental adverse events; however, the overall dearth of publications on adverse events in the dental literature points to the need for more study.

Practical Implications. Siloed and incomplete contributions to dentistry’s understanding of adverse events in the dental office are threats to dental patients’ safety. Publishing more, and more comprehensive, case reports on adverse events is recommended for dental practitioners.

Fonte:
J Am Dent Assoc ; 146(5): 318-26.e2; 2015. DOI: 10.1016/j.adaj.2015.01.003.