A lei como uma barreira à comunicação sobre a ocorrência de erros: um foco equivocado?

McLennan S.
Título original:
The law as a barrier to error disclosure: A misguided focus? Trends in Anaesthesia and Critical Care
Resumo:

Um elemento central para o movimento de segurança do paciente é a comunicação aberta sobre a ocorrência de erros no cuidado de saúde. Considera-se importante que os erros sejam notificados, para permitir a identificação de oportunidades de melhoria do sistema; além disso, o ato de comunicar a ocorrência de um erro a um paciente que sofreu danos já é visto como um dever ético, profissional e legal. No entanto, ainda existe uma grande distância entre a prática esperada em relação à comunicação e o que realmente é feito. O medo de um processo judicial é identificado sistematicamente como uma das mais importantes barreiras para a comunicação da ocorrência de erros. Os esforços para melhorar a comunicação dos erros no cuidado de saúde continuam, e é necessário refletir sobre os elementos nos quais esses esforços deverão se concentrar de agora em diante. Argumentamos que o foco na lei como uma barreira à comunicação representa uma abordagem equivocada e que os esforços devem, ao invés disso, concentrar-se em questões ligadas à cultura dos diferentes hospitais e serviços, bem como no treinamento e no apoio aos profissionais clínicos.
Palavras-chave:
erros no cuidado de saúde; abertura da comunicação; segurança do paciente
 

Resumo Original:

Abstract
At the core of the patient safety movement is the open communication about medical errors. It is seen as important that errors are reported so that opportunities for system improvements can be identified and addressed, and disclosing errors to harmed patients is now seen as an ethical, professional and legal duty. There remains, however, a large ‘gap’ between expected communication practice and what is actually being done. Legal fears are consistently identified as one of the most important barriers to error communication. Efforts to improve medical error communication are ongoing and there is a need to reflect on where the focus of these efforts should be moving forward. It is argued that the focus on the law as a barrier to medical error communication is misguided and efforts should instead be focused on addressing issues around the culture of individual hospitals and departments, and the training and support of clinicians.
Keywords
Medical errors
Truth disclosure
Patient safety
 

Fonte:
; 19: 1-5; 2018. DOI: 10.1016/j.tacc.2018.02.002.