Jornada rumo a um ambiente seguro: prevenção de quedas no serviço de emergência de um centro de trauma de nível I

ALEXANDER, D. ; KINSLEY, T. L ; WASZINSKI, C.
Título original:
Journey to a safe environment: fall prevention in an emergency department at a level I trauma center
Resumo:

Prever quais pacientes sofrerão quedas é uma tarefa desafiadora, especialmente no ambiente imprevisível do serviço de emergência de um Centro de Trauma de Nível I. Infelizmente, existe um grande potencial para a ocorrência de quedas nesse ambiente. As ferramentas de avaliação do risco de quedas utilizadas em ambientes para pacientes internados não captam adequadamente os fatores de risco para pacientes que chegam ao serviço de emergência. A capacidade de identificar precisamente os pacientes com risco de quedas no ponto de entrada é o primeiro passo para a prevenção de danos aos pacientes. Uma vez identificados os pacientes com risco de queda, o próximo desafio é assegurar que não sofram quedas. Criamos a ferramenta de avaliação do risco de quedas KINDER1 para uso no serviço de emergência. Este instrumento foi concebido especificamente para a identificação rápida de pacientes com risco de quedas, bem como para a reavaliação do risco de quedas em pacientes durante toda a sua permanência no serviço de emergência. Tendo em mãos uma ferramenta de avaliação apropriada, o desafio seguinte foi fazer com que os profissionais aplicassem consistentemente as intervenções para a prevenção de quedas. A realização de uma minianálise de causa-raiz em cada queda mostrou tendências que, por sua vez, levaram ao desenho e à implementação de intervenções específicas para a prevenção de quedas, a fim de motivar os profissionais de enfermagem a se concentrarem na sua prevenção; estas intervenções foram então utilizadas pelas lideranças de enfermagem no serviço de emergência para selecionar estratégias de mudanças. Com a melhor identificação dos pacientes com risco de quedas e a aplicação consistente de estratégias de prevenção inovadoras, conseguimos demonstrar uma tendência de redução das quedas e das lesões a elas relacionadas no nosso serviço de emergência.

Resumo Original:

Predicting which patients will fall is a challenging task, especially in the often unpredictable setting of an emergency department of a Level I Trauma Center. Unfortunately, there is a great potential for falls to occur in this environment. Fall risk assessment tools used in inpatient settings do not adequately capture the risk factors of patients presenting to the emergency department. The ability to accurately identify patients at risk for falling at the point of entry is the first step toward preventing patient harm. Once patients are identified as at risk for a fall, the next challenge is to be sure that they do not fall. We created the KINDER1 Fall Risk Assessment Tool for use in the emergency department. This instrument was specifically designed for the rapid identification of patients at risk for a fall as well as the re-evaluation of patients for fall risk throughout their stay in the emergency department. Once we had an appropriate assessment tool, our next challenge was for staff to consistently apply fall prevention interventions. Performing a mini-root cause analysis on each fall showed trends and in turn led to the design and implementation of specific fall prevention interventions to motivate the nursing staff to focus on fall prevention that the ED nursing leadership used to select change strategies. With improved identification of fall risk patients and consistent application of innovative prevention strategies, we were able to show a trend toward reduction of falls and fall-related injuries in our emergency department.

Fonte:
J Emerg Nurs ; 39(4): 346-352; 2013. DOI: 10.1016/j.jen.2012.11.003.