A influência das respostas ao estresse sobre o desempenho e os resultados cirúrgicos: revisão da literatura e desenvolvimento de um referencial conceitual para os efeitos do estresse no ambiente cirúrgico

Chrouser KL1 ; Xu J2 ; Hallbeck S3 ; Weinger MB4 ; Partin MR5
Título original:
The influence of stress responses on surgical performance and outcomes: Literature review and the development of the surgical stress effects (SSE) framework.
Resumo:

CONTEXTO:
Os eventos adversos cirúrgicos persistem, apesar de várias décadas de esforços de melhoria da qualidade sistêmica, o que sugere a necessidade de estratégias alternativas. Estudos qualitativos sugerem que a dinâmica interpessoal negativa no ambiente intraoperatório, induzida pelo estresse, pode contribuir para a ocorrência de erros de desempenho e desfechos indesejáveis aos pacientes. A compreensão do impacto dos fatores de estresse intraoperatórios pode ser fundamental para reduzir a ocorrência de eventos adversos e melhorar os resultados do cuidado.
FONTES DE DADOS:
Fizemos pesquisas nas bases de dados MEDLINE, psycINFO, EMBASE, Business Source Premier e CINAHL (de 1996 a 2016) para avaliar a relação entre as respostas negativas (emocionais e comportamentais) a fatores de estresse agudo intraoperatórios e o desempenho dos profissionais ou os resultados cirúrgicos. 
RESULTADOS/CONCLUSÕES:
Baseando-nos nas teorias e evidências dos estudos revisados, apresentamos o Surgical Stress Effects (SSE) Framework, um referencial para os efeitos do estresse no ambiente cirúrgico. O referencial ilustra como as respostas emocionais e comportamentais aos fatores de estresse podem influenciar o desempenho de um profissional cirúrgico (como um cirurgião ou enfermeiro), o desempenho da equipe e os resultados do cuidado. Também demonstra como as ameaças e os erros intraoperatórios não compensados podem levar a eventos adversos, destacando as lacunas de evidências para pesquisas futuras.
PALAVRAS-CHAVE:
Emoções; centro cirúrgico; segurança do paciente; psicológico; estresse; cirurgiões

Resumo Original:

Abstract
BACKGROUND:
Surgical adverse events persist despite several decades of system-based quality improvement efforts, suggesting the need for alternative strategies. Qualitative studies suggest stress-induced negative intraoperative interpersonal dynamics might contribute to performance errors and undesirable patient outcomes. Understanding the impact of intraoperative stressors may be critical to reducing adverse events and improving outcomes.
DATA SOURCES:
We searched MEDLINE, psycINFO, EMBASE, Business Source Premier, and CINAHL databases (1996-2016) to assess the relationship between negative (emotional and behavioral) responses to acute intraoperative stressors and provider performance or patient surgical outcomes.
RESULTS/CONCLUSIONS:
Drawing on theory and evidence from reviewed studies, we present the Surgical Stress Effects (SSE) framework. This illustrates how emotional and behavioral responses to stressors can influence individual surgical provider (e.g. surgeon, nurse) performance, team performance, and patient outcomes. It also demonstrates how uncompensated intraoperative threats and errors can lead to adverse events, highlighting evidence gaps for future research efforts.
Published by Elsevier Inc.
KEYWORDS:
Emotions; Operating room; Patient safety; Psychological; Stress; Surgeons

Fonte:
; 216(3): 573-584; 2019. DOI: 10.1016/j.amjsurg.2018.02.017.