Impacto da divulgação pública do desempenho de organizações sobre os resultados clínicos: uma revisão sistemática e metanálise

CAMPANELLA, P. ; VUKOVIC, V. ; PARENTE, P. ; SULEJMANI, A. ; RICCIARDI, W. ; SPECCHIA, M. L.
Título original:
The impact of public reporting on clinical outcomes: a systematic review and meta-analysis
Resumo:

Contexto: A fim de avaliar qualitativa e quantitativamente o impacto da divulgação pública (DP) do desempenho de organizações sobre os resultados clínicos, fizemos uma revisão sistemática de estudos publicados sobre o tema.

Métodos: Fizemos pesquisas nas bases de dados Pubmed, Web of Science e Scopus para identificar estudos publicados entre 1991 e 2014 que investigassem a relação entre a DP e os resultados clínicos. Os estudos foram considerados elegíveis se investigassem a relação entre a DP e os resultados clínicos e descrevessem, de forma aprofundada, o mecanismo de DP e o desenho experimental adotado. Entre os resultados clínicos identificados, fizemos uma metanálise para avaliar a taxa de mortalidade global com base em dados quantitativos informados exaustivamente em um número suficiente de estudos. Dois revisores realizaram toda a extração de dados de forma independente, e as discordâncias foram resolvidas por meio de discussões. Os mesmos revisores também avaliaram a qualidade dos estudos utilizando uma abordagem GRADE.

Resultados: Foram incluídos 27 estudos. De modo geral, o efeito da DP sobre os resultados clínicos foi positivo. A metanálise sobre a mortalidade global incluiu, em um contexto de alta heterogeneidade, 10 estudos, com um total de 1.840.401 eventos experimentais e 3.670.446 eventos-controle, resultando em um RR de 0,85 (IC 95%, 0,79-0,92).

Conclusões: A introdução de programas de DP em diferentes níveis do setor da saúde é uma estratégia de saúde pública desafiadora, mas que gera bons resultados. A pesquisa existente sobre diferentes resultados clínicos corrobora a ideia de que a DP poderia, de fato, estimular os prestadores a melhorar a qualidade do cuidado de saúde.

Resumo Original:

Background: To assess both qualitatively and quantitatively the impact of Public Reporting (PR) on clinical outcomes, we carried out a systematic review of published studies on this topic.

Methods: Pubmed, Web of Science and SCOPUS databases were searched to identify studies published from 1991 to 2014 that investigated the relationship between PR and clinical outcomes. Studies were considered eligible if they investigated the relationship between PR and clinical outcomes and comprehensively described the PR mechanism and the study design adopted. Among the clinical outcomes identified, meta-analysis was performed for overall mortality rate which quantitative data were exhaustively reported in a sufficient number of studies. Two reviewers conducted all data extraction independently and disagreements were resolved through discussion. The same reviewers evaluated also the quality of the studies using a GRADE approach.

Results: Twenty-seven studies were included. Mainly, the effect of PR on clinical outcomes was positive. Meta-analysis regarding overall mortality included, in a context of high heterogeneity, 10 studies with a total of 1,840,401 experimental events and 3,670,446 control events and resulted in a RR of 0.85 (95 % CI, 0.79-0.92).

Conclusions: The introduction of PR programs at different levels of the healthcare sector is a challenging but rewarding public health strategy. Existing research covering different clinical outcomes supports the idea that PR could, in fact, stimulate providers to improve healthcare quality.

Keywords: Clinical outcomes; Healthcare quality; Public reporting; Systematic review

Fonte:
BMC Health Serv Res ; 16(296): 2-14; 2016. DOI: 10.1186/s12913-016-1543-y.