Identificação de marcadores da qualidade de enfermarias cirúrgicas seguras: um estudo baseado em entrevistas com pacientes, profissionais clínicos e administradores

Hassen Y1
Título original:
Identifying quality markers of a safe surgical ward: An interview study of patients, clinical staff, and administrators.
Resumo:

CONTEXTO:
A qualidade do cuidado pós-operatório é variável. As taxas de mortalidade ajustadas pelo risco diferem entre as instituições, embora as taxas de complicações sejam comparáveis. Isto indica que existem fatores subjacentes que determinam a segurança do paciente, cuja origem está na maneira como o cuidado é prestado. Este estudo procura avaliar sistematicamente o ambiente de enfermarias cirúrgicas no que diz respeito a fatores estruturais e processuais para identificar os marcadores da qualidade para um cuidado seguro, de modo que surjam novos indicadores de segurança.
MÉTODOS:
Realizamos entrevistas semiestruturadas com médicos, enfermeiros, pacientes e administradores.
RESULTADOS:
No estudo, 97% dos profissionais reconheceram a existência de variações na segurança do paciente entre as enfermarias cirúrgicas. Foram identificados quatro processos principais suscetíveis a erros: rondas nas enfermarias (57%), prescrição e administração de medicamentos (49%), presença de paciente atendido por equipe de outra especialidade (43%) e deficiências na comunicação entre os profissionais clínicos (43%). Os fatores estruturais foram categorizados como organizacionais ou ambientais; os fatores organizacionais incluíram a escassez de pessoal (39%) e o uso de pessoal temporário (27%). Os fatores ambientais incluíram o layout das enfermarias e a visibilidade dos pacientes para os enfermeiros (49%), bem como a limpeza (29%). Os indicadores de segurança identificados incluíram o nível de experiência dos profissionais (31%), o layout geral das enfermarias, a limpeza e a liderança (todos com 27% cada). A maioria dos pacientes (87%) identificou a atenção dos profissionais como um indicador de segurança.
CONCLUSÃO:
Este estudo demonstra que existem diversos fatores que podem contribuir para a segurança em enfermarias cirúrgicas, abrangendo uma variedade de fatores processuais, organizacionais e ambientais. Os indicadores de segurança identificados em todas essas categorias representam uma oportunidade de desenvolver medidas mais amplas e efetivas para melhorar a segurança, atuando simultaneamente em diversas áreas.

Resumo Original:

BACKGROUND:
Postoperative care quality is variable. Risk-adjusted mortality rates differ between institutions despite comparable complication rates. This indicates that there are underlying factors rooted in how care is delivered that determines patient safety. This study aims to evaluate systematically the surgical ward environment with respect to process-driven and structural factors to identify quality markersfor safe care, from which new safety metrics may be derived.
METHODS:
Semistructured interviews of clinicians, nurses, patients and administrators were undertaken for the study.
RESULTS:
In the study, 97% of staff members recognized the existence of variation in patient safety between surgical wards. Four main error-prone processes were identified: ward rounds (57%), medication prescribing and administration (49%), the presence of outliers (43%), and deficiencies in communication between clinical staff (43%). Structural factors were categorized as organizational or environmental; organizational included shortage in staffing (39%) and use of temporary staff (27%). Environmental factors considered layout and patient visibility to nurses (49%) as well as cleanliness (29%). Safety indicators identified included staff experience level (31%), overall layout of the ward, cleanliness and leadership (all 27% each). The majority of patients (87%) identified staff attentiveness as a safety indicator.
CONCLUSION:
This study demonstrates that there are a number of factors that may contribute to safety on the surgical ward spanning multiple processes, organizational, and environmental factors. Safety indicators identified across all these categories presents an opportunity to develop broader and more effectual safety improvement measures focusing on multiple areas simultaneously.

Fonte:
; 163(6): 1226-1233; 2018. DOI: 10.1016/j.surg.2017.12.003.