Frequência de mudança de decúbito de pacientes adultos acamados para prevenir lesões por pressão adquiridas no hospital: uma revisão de escopo.

Jocelyn Chew HS ; Thiara E ; Lopez V ; Shorey S
Título original:
Turning frequency in adult bedridden patients to prevent hospital-acquired pressure ulcer: A scoping review.
Resumo:

O objetivo desta revisão foi identificar estudos atuais sobre a frequência de mudança de decúbito de pacientes adultos acamados e promover práticas hospitalares baseadas em evidências. Realizamos uma revisão abrangente estruturada com uma metodologia transparente e sistemática usando oito bases de dados eletrônicas (CINAHL, PubMed, Cochrane Library, ScienceDirect, PsycINFO, Scopus, ProQuest e Web of Science) para identificar artigos publicados de 2000 a 2016. Foram incluídos artigos que se concentraram na prevenção de lesões por pressão adquiridas no hospital relacionadas à frequência de mudança de decúbito ou reposicionamento de pacientes acamados. A pesquisa da literatura e a extração de dados foram realizadas de forma independente por três autores. O estudo seguiu as diretrizes PRISMA. No total, foram identificados 911 artigos, dos quais 10 eram elegíveis. Destes, oito não chegaram a uma conclusão sobre a melhor frequência de mudança de decúbito e duração do reposicionamento para prevenir o desenvolvimento de lesões por pressão. Apenas dois estudos encontraram diferenças significativas entre os grupos de intervenção e controle. Os resultados relativos aos cronogramas de mudança de decúbito e reposicionamento são inconclusivos; no entanto, o tema precisa ser mais explorado para melhorar as diretrizes desatualizadas ligadas à prevenção de lesões por pressão. Isto, por sua vez, pode tornar o trabalho dos enfermeiros mais eficiente e melhorar a relação custo-efetividade do tratamento, tanto para os pacientes como para os hospitais.

Resumo Original:

The aim of this study was to identify current research on turning frequencies of adult bed-bound patients and inform future turning practices for hospitals based on evidence-based practice. We undertook a scoping review framework that provided a transparent and systematic methodology using 8 electronic databases (CINAHL, PubMed, Cochrane Library, ScienceDirect, PsycINFO, Scopus, ProQuest, and Web of Science) to identify articles published from 2000 to 2016. Articles were included if they focused on the prevention of hospital-acquired pressure ulcers related to the frequency of turning or repositioning of bed-bound patients. Literature search and data extraction were performed independently by 3 authors. The study followed the PRISMA guidelines. In total, 911 articles were identified, of which 10 were eligible. Of the eligible articles, 8 studies could not reach a conclusion on the effective frequency of turning and duration for repositioning patients to prevent the development of pressure ulcers. Only 2 studies found significant differences among the intervention and control groups. Results regarding turning and repositioning schedules are inconclusive; however, the topic needs further exploration to improve the outdated guidelines surrounding pressure ulcer prevention. This may, in turn, make the work of nurses more efficient and make treatment cost-effective for both the patients and the hospitals.

Fonte:
; 15(2): 225-236; 2017. DOI: 10.1111/iwj.12855.