Fazer a coisa certa para ter mais eficiência: avaliação da influência do desempenho de segurança do paciente sobre os resultados financeiros do hospital

BEAUVAIS, B. ; RICHTER, J. P. ; KIM, F. S.
Título original:
Doing well by doing good: Evaluating the influence of patient safety performance on hospital financial outcomes
Resumo:

Contexto : Com o aumento das pressões financeiras sobre os hospitais devido às mudanças nas estruturas de reembolso e ao maior foco em qualidade e valor, a associação entre o desempenho de segurança do paciente e os resultados financeiros ainda não está clara.

Objetivo : O objetivo deste estudo foi investigar se os hospitais com melhor desempenho de segurança do paciente apresentam maior rentabilidade que aqueles com pior desempenho.

Metodologia / abordagem : Usando a regressão logística multinomial, analisamos dados do Leapfrog Hospital Safety Score na primavera de 2014 e da American Hospital Association em 2014 para determinar a associação entre o desempenho no Leapfrog Hospital Safety Score e três dimensões da rentabilidade organizacional: margem operacional, receita líquida com pacientes e receita operacional.

Resultados : Os nossos resultados sugerem que melhores escores de segurança hospitalar estão associados a um maior risco relativo de que um hospital se encontre no quartil superior versus quartil inferior de desempenho financeiro: 5,41 vezes maior (p<0,001) para a margem operacional, 10,98 vezes maior (p<0,001) para a receita líquida com pacientes e 4,03 vezes maior (p<0,001) para a receita operacional.

Implicações para a prática : Os nossos resultados sugerem que um melhor desempenho de segurança do paciente, avaliado segundo o Leapfrog Hospital Safety Score, está associado a um melhor desempenho financeiro ao nível do hospital. O foco direcionado em segurança do paciente pode permitir que os hospitais melhorem o seu desempenho financeiro, maximizem recursos escassos e gerem capital adicional para continuar a melhorar o cuidado prestado.

Resumo Original:

Background: As financial pressures on hospitals increase because of changing reimbursement structures and heightened focus on quality and value, the association between patient safety performance and financial outcomes remains unclear.

Purpose: The purpose of this study is to investigate if hospitals with higher patient safety performance are associated with higher levels of profitability than those with lower safety performance.

Methodology/ Approach: Using multinomial logistic regression, we analyzed data from the spring 2014 Leapfrog Hospital Safety Score and the 2014 American Hospital Association to determine the association between Leapfrog Hospital Safety Score performance and three dimensions of organizational profitability: operating margin, net patient revenue, and operating income.

Results: Our findings suggest that improved hospital safety scores are associated with a relative risk of being in the top versus bottom quartile of financial performance: 5.41 times greater (p < .001) for operating margin, 10.98 times greater (p < .001) for net patient revenue, and 4.03 times greater (p < .001) for operating income.

Practice Implications: Our findings suggest that improved patient safety performance, as evaluated within the Leapfrog Hospital Safety Score, is associated with improved financial performance at the hospital level. Targeted focus on patient safety may allow hospitals to improve financial performance, maximize scarce resources, and generate additional capital to continue to positively evolve care.

Fonte:
Health Care Manage Rev ; 2017. DOI: 10.1097/HMR.0000000000000163.
Nota Geral:

Online First