Erros de Medicação: Farmácia Hospitalar

ANACLETO, T. A. ; ROSA, M. B. ; NEIVA, H. M. ; MARTINS, M. A. P.
Título original:
Erros de Medicação: Farmácia Hospitalar
Resumo:

Os erros de medicação são ocorrências comuns que podem assumir dimensões clinicamente significativas e impor custos relevantes ao sistema de saúde. Nos últimos anos, são crescentes no Brasil e no mundo o interesse e o conhecimento sobre segurança do paciente e erros de medicação, confirmando sua importância como um problema mundial de saúde pública. Dentre as principais iniciativas para melhorar a segurança do sistema de utilização de medicamentos nas instituições de saúde está o estabelecimento de um compromisso institucional de criar uma cultura de segurança, promovendo a notificação de erros em um ambiente não punitivo. O texto apresenta algumas definições adotadas pela Organização Mundial da Saúde, e nos EUA, e nos Países da Europa, além de expor, também, a classificação dos erros de medicação segundo o NCCMERP. São apontados como elementos-chave relacionados às causas dos erros de medicação: informação relacionada ao paciente e ao medicamento; rotulagem; embalagem e nome dos medicamentos; dispensação; armazenamento e padronização dos medicamentos; aquisição; uso e monitoramento de dispositivos para administração dos medicamentos; fatores ambientais; educação e competência dos profissionais e do paciente e gerenciamento de risco e processos de qualidade. Outros pontos específicos, como o uso seguro de medicamentos potencialmente perigosos e a conciliação de medicamentos, são discutidos detalhadamente no texto.

Fonte:
Pharm. bras. ; 74: 24; 2010.