Envolvimento de pacientes na prevenção de quedas em hospitais

TZENG, H. M. ; YIN, C. Y.
Título original:
Patient Engagement in Hospital Fall Prevention
Resumo:

Danos relacionados com quedas são o evento adverso mais prevalente em hospitais, e pacientes internados têm um maior risco de quedas que a população em geral. O envolvimento de pacientes na prevenção de quedas hospitalares pode ser uma abordagem possível para reduzir a ocorrência de quedas e os danos a elas relacionados. Para envolver os pacientes, os profissionais de enfermagem devem primeiro entender o conceito de centralidade do paciente e, em seguida, incorporar esse conceito no seu trabalho diário. Os profissionais clínicos devem deixar de ser especialistas para se tornarem facilitadores. Para conceituar as lacunas de conhecimento identificadas, desenvolvemos um modelo conceitual para orientar a pesquisa futura e as iniciativas de melhoria da qualidade em ambientes hospitalares. Este modelo pode ser usado como um guia para promover a liderança de enfermeiros na prevenção de quedas hospitalares através do envolvimento dos pacientes (por exemplo, desenvolvendo intervenções de prevenção de quedas centradas no paciente, utilizando as contribuições dos pacientes).

Resumo Original:

Injurious falls are the most prevalent in-hospital adverse event, and hospitalized patients are at a greater risk of falling than the general population. Patient engagement in hospital fall prevention could be a possible approach to reducing falls and fall-related injuries. To engage patients, bedside nursing staff must first understand the concept of patient centeredness and then incorporate patient centeredness in clinical practice. Clinicians should move from being experts to being enablers. To conceptualize the knowledge gaps identified, a conceptual model was developed to guide future research and quality improvement efforts in hospital settings. This model could be used as a guide to advance nursing leadership in hospital fall prevention via promoting patient engagement (e.g., developing patient-centered fall prevention interventions with patients' input).

Fonte:
Nurs Econ ; 33(6): 326-334; 2015.