Efeito de uma lista de verificação sobre a qualidade da passagem de casos do centro cirúrgico para a unidade de terapia intensiva: um estudo controlado randomizado

SALZWEDEL, C. ; MAI, V. ; PUNKE, M.A. ; KLUGE, S. ; REUTER, D.A.
Título original:
The effect of a checklist on the quality of patient handover from the operating room to the intensive care unit: A randomized controlled trial
Resumo:

Objetivo: A passagem de casos representa um possível risco de segurança para o paciente, pois a perda de informações pode resultar em um resultado adverso. Formulamos a hipótese de que uma lista de verificação para a passagem de casos do centro cirúrgico (CC) para a unidade de terapia intensiva (UTI) levaria a um aumento da qualidade na transferência de informações em comparação com um procedimento de passagem de casos não padronizado. 

Materiais e métodos: Realizamos um estudo clínico prospectivo e randomizado em um hospital universitário. A qualidade da passagem de casos com a lista de verificação foi comparada à passagem de casos sem a lista. As passagens foram gravadas com um gravador de voz digital e analisadas usando um formulário de classificação individual para cada paciente. Isso permitiu discriminar os itens cuja transmissão é obrigatória (itens vermelhos) dos itens cuja transmissão é recomendada (itens amarelos). 

Resultados: No total, foi incluída a passagem de 121 casos do CC para a UTI. Um número significativamente maior de itens vermelhos foi transmitido no grupo de estudo em comparação com o grupo controle (grupo de estudo: mediana de 87,1%, percentil 25-75 de 77,1%-90,0%; grupo controle: mediana de 75,0%, percentil 25-75 de 66,7%-88,6%; p<0,01). 

Conclusões: Este estudo apresenta as primeiras evidências de que o uso de uma lista de verificação padronizada para a passagem de casos do CC para a UTI aumenta a quantidade e a qualidade das informações médicas transmitidas.

Resumo Original:

Purpose: Handover of patient care is a potential safety risk for the patient due to loss of information which may result in adverse outcome. We hypothesized that a checklist for handover from the operating room (OR) to the intensive care unit (ICU) will lead to an increase of quality regarding information transfer compared with a nonstandardized handover procedure.

Materials and methods: The study was conducted as a prospective, randomized trial in a university hospital. The quality of handovers with checklist was compared with handovers without checklist. Handovers were recorded by digital voice recorder and analyzed using an individual rating sheet for each patient. This enabled to discriminate between items that “must be handed over” (red items) and items that “should be handed over” (yellow items).

Results: A total of 121 patient handovers from OR to ICU were included. Significantly more red items were handed over in the study group compared with the control group (study group: median 87.1%, 25-27 percentile 77.1%-90.0%; control group: median 75.0%, 25-75 percentile 66.7%-88.6%; P < .01).

Conclusions: This study gives first evidence that the use of a standardized checklist for patient handover from OR to ICU increases the quantity and quality of transmitted medical information.

Fonte:
J Crit Care ; 32: 170-174; 2016. DOI: 10.1016/j.jcrc.2015.12.016.