Efeito de uma iniciativa destinada à tradução da pesquisa em prática, promovendo intervenções baseadas em evidências para a prevenção de quedas em adultos internados: um estudo prospectivo do tipo pré/pós-implementação nos EUA

TITLER, M. G. ; CONLON, P. ; REYNOLDS, M. A. ; RIPLEY, R. ; TSODIKOV, A. ; WILSON, D. S. ; MONTIE, M.
Título original:
The effect of a translating research into practice intervention to promote use of evidence-based fall prevention interventions in hospitalized adults: A prospective pre-post implementation study in the U.S.
Resumo:

Contexto: As quedas são um importante problema de saúde pública em todo o mundo. Muitos hospitais implementaram ferramentas de avaliação do risco de quedas, mas poucos implementaram intervenções para mitigar os riscos de quedas específicos dos pacientes. Foram feitos poucos estudos para examinar o efeito da implementação de intervenções baseadas em evidências para a prevenção de quedas para mitigar fatores de risco específicos de pacientes adultos internados.

Objetivos: Avaliar o impacto da implementação, em 3 hospitais dos EUA, de um pacote de intervenções baseadas em evidências para a prevenção de quedas visando fatores de risco específicos dos pacientes. Comparamos as taxas de quedas, as taxas de danos por quedas, os tipos de danos e a adoção do pacote de medidas antes e após a implementação.

Desenho: Estudo de coorte prospectivo do tipo pré/pós-implementação.

Ambiente: Treze unidades clínico-cirúrgicas para pacientes adultos de três hospitais comunitários da região Centro-Oeste dos EUA.

Participantes: Enfermeiros que trabalhavam pelo menos 20 horas por semana e prestavam atendimento direto ao paciente (n=157 pré; 140 pós); e prontuários de pacientes de 21 anos de idade ou mais que receberam cuidados na unidade estudada por mais de 24 horas durante o período de coleta de dados (n=390 pré e pós).

Métodos: Utilizamos uma intervenção multifacetada de tradução de pesquisa em prática para implementar um pacote de medidas de prevenção de quedas visando fatores de risco, composto por intervenções baseadas em evidências planejadas para mitigar fatores de risco específicos dos pacientes. As variáveis dependentes (taxas de quedas, taxas de dano por quedas, tipos de danos, uso do pacote de medidas) foram coletadas na linha de base e após a conclusão da fase de implementação, que durou 15 meses. Os questionários aplicados aos enfermeiros incluíram a Escala do Estágio de Adoção e a Escala de Uso de Resultados de Pesquisa em Prática para medir a adoção de práticas de prevenção de quedas baseadas em evidências. Um Formulário de Síntese de Prontuários de Pacientes foi usado para resumir dados sobre o uso de intervenções visando a prevenção de fatores de risco específicos. O número de quedas e o número e os tipos de danos por quedas foram coletados em cada unidade estudada durante 3 meses antes e após a implementação. Os dados foram examinados usando análise multivariada.

Resultados: As taxas de quedas caíram 22% (p=0,09). Os tipos de danos por quedas mudaram de danos graves e moderados para danos leves. As taxas de danos por quedas não diminuíram. O uso de intervenções para a prevenção de quedas melhorou significativamente (p<0,001) para mobilidade, uso do banheiro, cognição e redução do risco de danos, mas não mudou no caso das intervenções voltadas para medicamentos.

Conclusões: O uso da intervenção de tradução de pesquisa em prática promoveu o uso de muitas medidas de prevenção de quedas baseadas em evidências para mitigar fatores de risco específicos de pacientes adultos hospitalizados.

Palavras-Chave: Danos por quedas; Prevenção de quedas; Quedas; Hospitais; Implementação; Tradução

Resumo Original:

Background: Falls are a major public health problem internationally. Many hospitals have implemented fall risk assessment tools, but few have implemented interventions to mitigate patient-specific fall risks. Little research has been done to examine the effect of implementing evidence-based fall prevention interventions to mitigate patient-specific fall risk factors in hospitalized adults.

Objectives: To evaluate the impact of implementing, in 3 U.S. hospitals, evidence-based fall prevention interventions targeted to patient-specific fall risk factors (Targeted Risk Factor Fall Prevention Bundle). Fall rates, fall injury rates, types of fall injuries and adoption of the Targeted Risk Factor Fall Prevention Bundle were compared prior to and following implementation.

Design: A prospective pre-post implementation cohort design.

Setting: Thirteen adult medical-surgical units from three community hospitals in the Midwest region of the U.S.

Participants: Nurses who were employed at least 20hours/week, provided direct patient care, and licensed as an RN (n=157 pre; 140 post); and medical records of patients 21years of age or older, who received care on the study unit for more than 24hours during the designated data collection period (n=390 pre and post).

Methods: A multi-faceted Translating Research Into Practice Intervention was used to implement the Targeted Risk Factor Fall Prevention Bundle composed of evidence-based fall prevention interventions designed to mitigate patient-specific fall risks. Dependent variables (fall rates, fall injury rates, fall injury type, use of Targeted Risk Factor Fall Prevention Bundle) were collected at baseline, and following completion of the 15month implementation phase. Nurse questionnaires included the Stage of Adoption Scale, and the Use of Research Findings in Practice Scale to measure adoption of evidence-based fall prevention practices. A Medical Record Abstract Form was used to abstract data about use of targeted risk-specific fall prevention interventions. Number of falls, and number and types of fall injuries were collected for each study unit for 3months pre- and post-implementation. Data were analyzed using multivariate analysis.

Results: Fall rates declined 22% (p=0.09). Types of fall injuries changed from major and moderate to minor injuries. Fall injury rates did not decline. Use of fall prevention interventions improved significantly (p<0.001) for mobility, toileting, cognition, and risk reduction for injury, but did not change for those targeting medications.

Conclusions: Using the Translating Research Into Practice intervention promoted use of many evidence-based fall prevention interventions to mitigate patient-specific fall risk factors in hospitalized adults.

Fonte:
Appl Nurs Res ; 31: 52-59; 2016. DOI: 10.1016/j.apnr.2015.12.004.