Efeito de banhos de clorexidina sobre a ocorrência de infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres centrais em uma unidade de terapia intensiva neonatal em um país em desenvolvimento

Cleves D1 ; Pino J2 ; Patiño JA3 ; Rosso F4 ; Vélez JD5 ; Pérez P6
Título original:
Effect of chlorhexidine baths on central-line-associated bloodstream infections in a neonatal intensive care unit in a developing country.
Resumo:

As infecções relacionadas à assistência à saúde, particularmente as infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres centrais (IPCS), são preocupantes em recém-nascidos. Este estudo descreve o impacto de banhos de clorexidina sobre as taxas de IPCS em uma unidade de terapia intensiva neonatal em um país em desenvolvimento, por meio de um estudo quase experimental realizado ao longo de 62 meses (de janeiro de 2012 a fevereiro de 2017) dividido em dois períodos: antes e após a implementação de um protocolo para banhos de clorexidina em julho de 2014. A taxa de IPCS por 1.000 cateteres-dias diminuiu de 8,64 para 4,28 após a implementação do protocolo. O uso de banhos de clorexidina parece reduzir a ocorrência de IPCS em recém-nascidos.
PALAVRAS-CHAVE:
Bacteremia; IPCS; Clorexidina; Países em desenvolvimento; Criança; Recém-nascido

Resumo Original:

Abstract
Healthcare-associated infections, particularly central-line-associated bloodstream infections (CLABSIs), are worrisome in neonates. This study describes the impact of chlorhexidine baths on CLABSI rates in a neonatal intensive care unit in a developing country, through a quasi-experimental study undertaken over 62 months (January 2012 to February 2017) divided into two periods: before and after the implementation of a protocol for chlorhexidine baths in July 2014. The rate of CLABSIs per 1000 central-line-days decreased from 8.64 to 4.28 after implementation of the protocol. The use of chlorhexidine baths appears to reduce the number of CLABSIs in neonates.
KEYWORDS:
Bacteraemia; CLABSI; Chlorhexidine; Developing countries; Infant; Newborn

Fonte:
; 100(3): e196-e199; 2018. DOI: 10.1016/j.jhin.2018.03.022.