Educação em saúde no ambiente hospitalar: implicações para o cuidado de saúde e a segurança do paciente

Glick AF ; Brach C ; Yin HS ; Dreyer BP
Título original:
Health Literacy in the Inpatient Setting: Implications for Patient Care and Patient Safety
Resumo:

A educação em saúde tem um papel importante nos eventos que levam à internação de crianças durante a internação hospitalar e após a alta. Os hospitais e os profissionais devem usar uma abordagem baseada em precauções universais e incorporar rotineiramente estratégias fundamentadas na educação em saúde ao se comunicarem com todos os pacientes e famílias, para assegurar que estes possam compreender as informações de saúde, seguir instruções médicas, participar ativamente de seu próprio cuidado ou de seus filhos e transitar adequadamente pelo sistema de saúde. É preciso implementar intervenções que incorporem estratégias fundamentadas na educação em saúde e que sejam orientadas para os pacientes/famílias e sistemas de saúde, a fim de melhorar os resultados do cuidado e promover um cuidado centrado no paciente e na família.
Palavras-chave: rondas à beira do leito; comunicação; alta hospitalar; educação em saúde; cuidado hospitalar; segurança do paciente; cuidado centrado no paciente e na família; pediatria.

Resumo Original:

Health literacy plays a role in the events leading up to children's hospitalizations, during hospital admission, and after discharge. Hospitals and providers should use a universal precautions approach and routinely incorporate health-literacy-informed strategies in communicating with all patients and families to ensure that they can understand health information, follow medical instructions, participate actively in their own/their child's care, and successfully navigate the health care system. Interventions that incorporate health-literacy-informed strategies and that target patients/families and health care systems should be implemented to improve patient outcomes and patient-centered and family-centered care.
Keywords: Bedside rounds; Communication; Discharge; Health literacy; Inpatient care; Patient safety; Patient- and family-centered care; Pediatrics.
 

Fonte:
; 66(4): 805-826; 2020. DOI: 10.1016/j.pcl.2019.03.007.