Construindo a ponte para a qualidade: um apelo urgente para integrar a educação em melhoria da qualidade e segurança do paciente no cuidado clínico

Wong BM ; Baum KD ; Headrick LA ; Holmboe ES ; Moss F ; Ogrinc G ; Shojania KG
Título original:
Building the Bridge to Quality: An Urgent Call to Integrate Quality Improvement and Patient Safety Education with Clinical Care
Resumo:

Os modelos atuais de educação em melhoria da qualidade e segurança do paciente (MQSP) não estão inteiramente integrados com a prestação do cuidado clínico, o que representa um grande obstáculo para generalizar a competência em MQSP entre os estudantes e profissionais do setor da saúde. Em setembro de 2016, o Royal College of Physicians and Surgeons of Canada organizou uma conferência de consenso com duração de 2 dias em Niagara Falls, Ontário, Canadá, chamada Building the Bridge to Quality. Seu objetivo era reunir um grupo internacional de líderes dos sistemas educacionais e de saúde, educadores, médicos da linha de frente do cuidado, estudantes e pacientes para se envolverem num processo de construção de um consenso e gerar uma lista de estratégias práticas que indivíduos e organizações possam usar para integrar melhor a educação em MQSP com o cuidado clínico. A partir daí, surgiram quatro direções estratégicas: priorizar a integração da educação em MQSP com o cuidado clínico; estabelecer estruturas e implementar processos para integrar a educação em MQSP no cuidado clínico; promover a capacitação para a educação em MQSP em vários níveis e alinhar os resultados educacionais e os resultados do cuidado para melhorar a qualidade e a segurança do paciente. Indivíduos e organizações podem estudar as táticas específicas associadas às 4 direções estratégicas para criar um roteiro com as ações direcionadas mais relevantes para iniciar as mudanças em suas organizações. Para promover mudanças generalizadas, são necessários esforços colaborativos e um alinhamento dos motivadores intrínsecos e extrínsecos a uma escala internacional, de modo a mudar a cultura dos ambientes educacionais e clínicos e construir pontes que conectem os programas de formação aos ambientes clínicos, alinhar as prioridades educacionais e as do sistema de saúde e melhorar a aprendizagem e o cuidado, com o objetivo final de alcançar melhores resultados e experiências para os pacientes, suas famílias e comunidades.

Resumo Original:

Current models of quality improvement and patient safety (QIPS) education are not fully integrated with clinical care delivery, representing a major impediment toward achieving widespread QIPS competency among health professions learners and practitioners. The Royal College of Physicians and Surgeons of Canada organized a 2-day consensus conference in Niagara Falls, Ontario, Canada, called Building the Bridge to Quality, in September 2016. Its goal was to convene an international group of educational and health system leaders, educators, front-line clinicians, learners, and patients to engage in a consensus-building process and generate a list of actionable strategies that individuals and organizations can use to better integrate QIPS education with clinical care.Four strategic directions emerged: Prioritize the integration of QIPS education and clinical care; build structures and implement processes to integrate QIPS education and clinical care; build capacity for QIPS education at multiple levels; and align educational and patient outcomes to improve quality and patient safety. Individuals and organizations can refer to the specific tactics associated with the 4 strategic directions to create a roadmap of targeted actions most relevant to their organizational starting point.To achieve widespread change, collaborative efforts and alignment of intrinsic and extrinsic motivators are needed on an international scale to shift the culture of educational and clinical environments and build bridges that connect training programs and clinical environments, align educational and health system priorities, and improve both learning and care, with the ultimate goal of achieving improved outcomes and experiences for patients, their families, and communities.

Fonte: