Como sustentar as mudanças e apoiar a melhoria contínua de qualidade

SILVER, S. A., ; MCQUILLAN, R. ; HAREL, Z. ; WEIZMAN, A. V. ; THOMAS, A. ; NESRALLAH, G. ; BELL, C. M.
Título original:
How to Sustain Change and Support Continuous Quality Improvement
Resumo:

Para atingir mudanças sustentáveis, as iniciativas de melhoria de qualidade devem se tornar uma nova forma de trabalhar, em vez de algo que é apenas acrescentado ao cuidado clínico de rotina. No entanto, a maioria das mudanças organizacionais não se sustentam. No artigo sobre melhoria de qualidade da seção Moving Points in Nephrology, apresentamos aos profissionais de saúde estratégias para manter e apoiar a melhoria de qualidade. As ameaças à sustentabilidade podem ser identificadas tanto no início de um projeto como quando ele está pronto para a implementação. Fazemos uma revisão do Modelo de Sustentabilidade do National Health Service (NHS) como um exemplo para ajudar a identificar problemas que afetam o êxito de longo prazo de projetos de melhoria de qualidade. Ferramentas que ajudam a sustentar a melhoria incluem os painéis de controle de processos, os painéis de desempenho, os padrões de trabalho e as reuniões rápidas de melhoria [huddles]. Os painéis de controle de processos e painéis de desempenho são métodos para comunicar os resultados do trabalho de melhoria aos profissionais e às lideranças.  O padrão de trabalho é um esboço ou descrição visual das melhores práticas atuais para uma tarefa e serve como um referencial para assegurar que as alterações que melhoraram o cuidado prestado aos pacientes sejam aplicadas de forma consistente e confiável em cada encontro com um paciente. As reuniões rápidas de melhoria [huddles] são reuniões regulares curtas entre os profissionais de saúde para prever problemas, rever o desempenho e promover uma cultura de melhoria. Muitas dessas ferramentas baseiam-se nos princípios da gestão à vista, que são sistemas transparentes e simples que permitem a cada profissional distinguir rapidamente as condições de trabalho normais das anormais. Mesmo quando os métodos de melhoria de qualidade são aplicados adequadamente, o êxito de um projeto ainda depende de fatores contextuais. O contexto diz respeito aos aspectos do ambiente local no qual o projeto funciona. O contexto afeta os recursos, o apoio por parte das lideranças, a infraestrutura de dados, a motivação e o desempenho das equipes. Por essas razões, um mesmo projeto pode prosperar num contexto de apoio e fracassar num contexto diferente. Para demonstrar as aplicações práticas destes princípios de melhoria de qualidade, aplicamos os princípios a uma iniciativa hipotética de melhoria de qualidade que visa promover a diálise domiciliar (hemodiálise e diálise peritoneal domiciliar).
 

Resumo Original:

To achieve sustainable change, quality improvement initiatives must become the new way of working rather than something added on to routine clinical care. However, most organizational change is not maintained. In this next article in this Moving Points in Nephrology feature on quality improvement, we provide health care professionals with strategies to sustain and support quality improvement. Threats to sustainability may be identified both at the beginning of a project and when it is ready for implementation. The National Health Service Sustainability Model is reviewed as one example to help identify issues that affect long-term success of quality improvement projects. Tools to help sustain improvement include process control boards, performance boards, standard work, and improvement huddles. Process control and performance boards are methods to communicate improvement results to staff and leadership. Standard work is a written or visual outline of current best practices for a task and provides a framework to ensure that changes that have improved patient care are consistently and reliably applied to every patient encounter. Improvement huddles are short, regular meetings among staff to anticipate problems, review performance, and support a culture of improvement. Many of these tools rely on principles of visual management, which are systems transparent and simple so that every staff member can rapidly distinguish normal from abnormal working conditions. Even when quality improvement methods are properly applied, the success of a project still depends on contextual factors. Context refers to aspects of the local setting in which the project operates. Context affects resources, leadership support, data infrastructure, team motivation, and team performance. For these reasons, the same project may thrive in a supportive context and fail in a different context. To demonstrate the practical applications of these quality improvement principles, these principles are applied to a hypothetical quality improvement initiative that aims to promote home dialysis (home hemodialysis and peritoneal dialysis).

Keywords: chronic kidney disease; clinical nephrology; end stage kidney disease; health resources; hemodialysis; home; humans; organizational innovation; peritoneal dialysis; quality improvement; renal dialysis

Fonte:
Clin J Am Soc Nephrol ; 11(5): 916-924; 2016. DOI: 10.2215/CJN.11501015.