Avaliação de processo de um ensaio randomizado por agrupamento testando um pacote de cuidados de prevenção de úlcera por pressão: um estudo sobre métodos mistos

ROBERTS, S. ; McINNES, E. ; BUCKNALL, T. ; WALLIS, M. ; BANKS, M. ; CHABOYER, W.
Título original:
Process evaluation of a cluster- randomised trial testing a pressure ulcer prevention care bundle: a mixed-methods stud
Resumo:

Antecedentes: A prevenção de úlceras por pressão é uma prioridade clínica, uma vez que elas contribuem com uma carga significativa para o paciente e para o aumento dos custos de cuidados de saúde. Nossa equipe desenvolveu e testou uma intervenção complexa, um pacote de cuidados de prevenção de úlcera por pressão, promovendo a participação do paciente nos cuidados, em um ensaio clínico randomizado por conglomerados. O Conselho de Pesquisa Médica do Reino Unido recomenda a avaliação de processos de intervenções complexas para fornecer informações sobre o porquê elas funcionam ou falham e como elas podem ser melhoradas. Este estudo teve como objetivo avaliar os processos subjacentes à implementação da intervenção e explorar as percepções dos usuários finais sobre isso, no intuito de ter uma compreensão mais aprofundada sobre seus efeitos.

Metodologia: Realizou-se uma avaliação de processo previamente especificada e de métodos mistos como complemento ao ensaio principal, orientada por uma estrutura de avaliação de processos de ensaios randomizados por conglomerados. Os dados foram coletados em oito hospitais australianos, mas estão focados principalmente em quatro hospitais de intervenção. Foram coletados dados quantitativos e qualitativos em todos os domínios de avaliação: recrutamento, alcance, oferta da intervenção e resposta à intervenção, tanto em nível de paciente quanto por conglomerados. Os dados quantitativos foram analisados utilizando estatísticas descritivas e inferenciais. Os dados qualitativos foram analisados utilizando a análise temática.

Resultados: No contexto do ensaio principal, que encontrou uma redução de 42% no risco de úlcera por pressão com a intervenção, que não foi significativa após o ajuste para os conglomerados e as covariáveis, esta avaliação do processo oferece dados importantes. O recrutamento e o alcance entre conglomerados e indivíduos foi alto, o que indica que pacientes, enfermeiros e hospitais estão dispostos a se engajarem com um pacote de cuidados de prevenção de úlcera por pressão.Dos 799 pacientes de intervenção no ensaio, 96,7% receberam a intervenção, cujo processo levou menos de 10 minutos. Os pacientes e os enfermeiros aceitaram o pacote de cuidados, reconhecendo os benefícios e descrevendo como a participação permitiu a prevenção de úlcera por pressão (UPP).

Conclusões: Esta avaliação de processo não identificou falhas importantes relacionadas à implementação da intervenção. O pacote de cuidados foi considerado de fácil entendimento e entrega, alcançou uma grande parcela da população-alvo e foi considerado aceitável por pacientes e enfermeiros; portanto, pode ser uma maneira eficaz de envolver os pacientes em seus cuidados de prevenção de úlcera por pressão e promover a prática baseada em evidências.

Palavras-Chave: Pacote de cuidados; Ensaio randomizado por conglomerado; Intervenção complexa; Participação do paciente; Prevenção de lesão por pressão; Prevenção de úlcera por pressão.
 

Resumo Original:

Background: As pressure ulcers contribute to significant patient burden and increased health care costs, their prevention is a clinical priority. Our team developed and tested a complex intervention, a pressure ulcer prevention care bundle promoting patient participation in care, in a cluster-randomised trial. The UK Medical Research Council recommends process evaluation of complex interventions to provide insight into why they work or fail and how they might be improved. This study aimed to evaluate processes underpinning implementation of the intervention and explore end-users' perceptions of it, in order to give a deeper understanding of its effects.

Methods: A pre-specified, mixed-methods process evaluation was conducted as an adjunct to the main trial, guided by a framework for process evaluation of cluster-randomised trials. Data was collected across eight Australian hospitals but mainly focused on the four intervention hospitals. Quantitative and qualitative data were collected across the evaluation domains: recruitment, reach, intervention delivery and response to intervention, at both cluster and individual patient level. Quantitative data were analysed using descriptive and inferential statistics. Qualitative data were analysed using thematic analysis.

Results: In the context of the main trial, which found a 42% reduction in risk of pressure ulcer with the intervention that was not significant after adjusting for clustering and covariates, this process evaluation provides important insights. Recruitment and reach among clusters and individuals was high, indicating that patients, nurses and hospitals are willing to engage with a pressure ulcer prevention care bundle. Of 799 intervention patients in the trial, 96.7% received the intervention, which took under 10 min to deliver. Patients and nurses accepted the carebundle, recognising benefits to it and describing how it enabled participation in pressure ulcer prevention (PUP) care.

Conclusions: This process evaluation found no major failures relating to implementation of the intervention. The care bundle was found to be easy to understand and deliver, and it reached a large proportion of the target population and was found to be acceptable to patients and nurses; therefore, it may be an effective way of engaging patients in their pressure ulcer prevention care and promoting evidence-based practise.

Keywords: Care bundle; Cluster-randomised trial; Complex intervention; Patient participation; Pressure injury prevention; Pressure ulcer prevention.

Fonte:
Implement Sci ; 12(1): 18; 2017. DOI: 10.1186/s13012-017-0547-2.