Avaliação da segurança do idoso hospitalizado quanto ao risco de quedas

SARGES, N. de A. ; SANTOS, M. I. P. de O. ; CHAVES, E. C.
Título original:
Avaliação da segurança do idoso hospitalizado quanto ao risco de quedas
Resumo:

Objetivo: Avaliar a segurança do idoso hospitalizado quanto ao risco para quedas segundo os parâmetros da Morse Fall Scale.

Método: Estudo epidemiológico, transversal, prospectivo, descritivo com n = 75.

Resultados: Média de idade de 71,3 anos (DP±8,2); 58,7% do sexo masculino; 44% com baixa escolaridade; 38,7% internados por doenças cardiovasculares; média de internação de 10 dias (DP±9,38); 78,7% com comorbidades; 61,3% com a circunferência da panturrilha ≥ 31cm; 62,7% eram ex-fumantes havia mais de 10 anos; 65% não ingeriam bebida alcoólica; 100% não possuíam pulseira de identificação; 22,7% possuíam nomes similares na enfermaria; 48% ingeriam até cinco medicamentos; 93,3% receberam algum procedimento invasivo, principalmente a punção de vaso (65,3%). Houve risco elevado para quedas em 52% dos idosos.

Conclusão: Os resultados apontaram risco iminente da quebra de segurança do paciente, ressaltando a necessidade de implementação de protocolos e escalas preditivas, como a escala de Morse.

Fonte:
Rev Bras Enferm ; 70(4): 896-903; 2017. DOI: 10.1590/0034-7167-2017-0098 .