Avaliação da cultura de segurança do residente em seis instituições de longa permanência na Bélgica

DESMEDT, M. ; PETROVIC, M. ; BEUCKELAERE, P. ; VANDIJCK, D.
Título original:
Assessing Resident Safety Culture in Six Nursing Homes in Belgium
Resumo:

Objetivos: O objetivo principal deste estudo foi medir a cultura de segurança em seis instituições de longa permanência no norte da Bélgica (Flandres).Além disso, examinamos as diferenças nas percepções sobre a cultura de segurança entre as distintas profissões.Por fim, os resultados deste estudo foram comparados à Nursing Home ComparativeDatabase, uma bases de dados da Agency for Healthcare Research and Quality (EUA).

Métodos: Realizamos um estudo transversal aplicando o Questionário sobre Cultura de Segurança do Paciente em Instituições de Longa Permanência (Nursing Home Survey on Patient Safety Culture) em seis instituições de longa permanência na Bélgica (Flandres).Cada instituição tinha entre 92 e 170 leitos.A coleta de dados foi feita entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017.

Resultados: Os escores médios mais altos foram os de "feedback e comunicação sobre incidentes" (média [DP]=4,20 [0,58]), "percepções gerais de segurança do residente" (média [DP]=4,07 [0,52]) e "expectativas e ações dos supervisores para a promoção da segurança do residente"(média [DP]=4,04 [0,70]). O escore médio mais baixo foi o de "contingentes de pessoal" (média [DP]=2,99 [0,61]). Além disso, os administradores/supervisores deram pontuações significativamente mais altas a todas as dimensões de segurança do residente, exceto as dimensões "trabalho em equipe" e "expectativas e ações dos supervisores para a promoção da segurança do residente".Por fim, nas dimensões "trabalho em equipe", "resposta não punitiva aos erros", "passagens de casos", "feedback e comunicação sobre incidentes" e "abertura da comunicação" foram observados escores mais altos que nos dados de referência da Nursing Home Comparative Database.

Conclusões: É necessário mais trabalho para melhorar a segurança do cuidado prestado a residentes de instituições de longa permanência, especialmente no que diz respeito aos contingentes de pessoal e à rotatividade dos profissionais.Os resultados deste estudo trazem novas informações sobre uma população de pacientes frequentemente negligenciada e enfatizam a necessidade de desenvolver estratégias de melhoria para prevenir incidentes de segurança em instituições de longa permanência.

Resumo Original:

Objectives: The primary aim was to measure resident safety culture in six nursing homes in northern Belgium (Flanders). In addition, differences in safety culture perceptions between professions were also examined. Finally, results of the present study were compared with the Nursing Home Comparative Database from the Agency for Healthcare Research and Quality (USA).

Methods: A cross-sectional study was conducted by administering the Nursing Home Survey on Patient Safety Culture in six nursing homes in Belgium (Flanders). Each nursing home has 92 to 170 licensed nursing home beds. Data collection occurred between December 2016 and January 2017.

Results: Highest mean scores were found for "feedback and communication about incidents" (mean [SD] = 4.20 [0.58]), "overall perceptions of resident safety" (mean [SD] = 4.07 [0.52]), and "supervisor expectations and actions promoting resident safety" (mean [SD] = 4.04 [0.70]). The lowest mean score was found for "staffing" (mean [SD] = 2.99 [0.61]). In addition, managers/supervisors scored significantly higher on all resident safety dimensions, with the exception of the dimensions "teamwork" and "supervisor expectations and actions promoting resident safety." Finally, the present study scored higher on the dimensions "teamwork," "nonpunitive response to mistakes," "handoffs," "feedback and communication about incidents," and "communication openness" than the benchmarking data from the Nursing Home Comparative Database.

Conclusions: More work is necessary to improve the safety of resident care in nursing homes, especially regarding staffing issues and turnover rates. The present research findings serve to shine a light on an often-overlooked patient population and emphasize the need to develop improvement strategies for preventing resident safety incidents in nursing homes.

Fonte:
J Patient Saf ; 2018. DOI: 10.1097/PTS.0000000000000476.
Nota Geral:

Online First