Adaptação local e avaliação de uma estratégia de prevenção contra o risco de quedas em hospitais de cuidado agudo

WALSH, W. ; HILL, K. D. ; BENNELL, K. ; VU, M. ; HAINES, T. P.
Título original:
Local adaptation and evaluation of a falls risk prevention approach in acute hospitals
Resumo:

Objetivo: Determinar se a adaptação local de uma ferramenta para a avaliação de fatores de risco de quedas resulta num instrumento cujas propriedades clinimétricas auxiliem a implementação de um programa de prevenção de quedas num hospital de cuidado agudo.

Desenho: Estudo de coorte prospectivo da validade preditiva do instrumento e investigação observacional de sua confiabilidade intra e inter-avaliadores.

Ambiente: Enfermarias de cuidado agudo em dois grandes hospitais de Melbourne, na Austrália. Participantes. Cento e trinta pacientes internados em hospitais de cuidado agudo participaram da avaliação da acurácia preditiva; 25 e 35 pacientes foram usados, respectivamente, para as análises de confiabilidade intra-avaliador e interavaliadores.

Intervenções: Desenvolvemos um instrumento de rastreamento e avaliação de risco, adaptado a partir de uma ferramenta já existente. Analisamos as propriedades clinimétricas do novo instrumento (chamado Western Health Falls Risk Assessment, WHeFRA) e as comparamos com uma ferramenta tida como o "padrão ouro" (STRATIFY).

Principais medidas de desfecho: Caidores, quedas e quedas por 1000 leitos-dia. Calculamos a sensibilidade (Sens), a especificidade (Spec), o Índice de Youden (YI) e três estatísticas baseadas na taxa de eventos de quedas (SensER, SpecER e YIER) para determinar a acurácia preditiva. Determinamos a confiabilidade usando o coeficiente de correlação intraclasse (ICC), o kappa ponderado e o teste dos sinais de Wilcoxon.

Resultados: Sete participantes (5,4%) sofreram quedas, com um total de 14 quedas (taxa de quedas: 10,7 quedas por 1000 leitos-dia). O instrumento WHeFRA apresentou acurácia significativamente mais alta na previsão de caidores e da taxa de quedas que o STRATIFY. O ICC da confiabilidade intra-avaliador (intervalo de confiança de 95%) do rastreamento feito com o instrumento WHeFRA foi de 0,94 (0,86 a 0,97), e da confiabilidade inter-avaliadores foi de 0,78 (0,61 a 0,88).

Conclusões: A adaptação local de uma ferramenta já existente resultou num instrumento com propriedades clinimétricas favoráveis e poderá ser um procedimento viável para facilitar o desenvolvimento e a implementação de um programa de prevenção de quedas em ambientes hospitalares de cuidado agudo.

Resumo Original:

Objective: To determine whether locally adapting a falls risk factor assessment tool results in an instrument with clinimetric properties sufficient to support an acute hospital's falls prevention program.

Design: Prospective cohort study of predictive validity and observational investigation of intra- and inter-rater reliability.

Setting: Acute wards in two large hospitals in Melbourne, Australia. Participants: One hundred and thirty acute hospital inpatients participated in the predictive accuracy evaluation, with 25 and 35 inpatients used for the intra-rater and inter-rater reliability analyses, respectively.

Intervention(s): To develop a falls risk screen and assessment instrument through local adaptation of an existing tool. Clinimetric property analysis of new instrument (Western Health Falls Risk Assessment, WHeFRA) and comparison with 'gold standard tool' (STRATIFY).

Main Outcome Measures: Fallers, falls and falls per 1000 bed days. Sensitivity (Sens), specificity (Spec), Youden Index (YI)and these three statistics based on event rate of falls (SensER, SpecER and YIER), were calculated to determine predictiveaccuracy. Reliability was determined using intraclass correlation coefficient (ICC), weighted kappa and signed rank test.

Results: Seven participants (5.4%) fell, with 14 falls (fall rate: 10.7 falls per 1000 patient bed days). The WHeFRA instrument was significantly more accurate at predicting fallers and the rate of falls than the STRATIFY. Intra-rater reliability ICC (95% confidence intervals) for WHeFRA screen was 0.94 (0.86-0.97) and inter-rater reliability was 0.78 (0.61-0.88).

Conclusions: Local adaptation of an existing tool resulted in an instrument with favorable clinimetric properties and may be a viable procedure for facilitating falls prevention program development and implementation in acute hospital settings.

Fonte:
Int J Qual Health Care ; 23(2): 134-141; 2011. DOI: 10.1093/intqhc/mzq075.
DECS:
acidentes por quedas, prevenção e controle, fatores de risco, assistência à saúde